Bloodshot Renascido: conheça a HQ do novo personagem de Vin Diesel

Em 2020, teremos o primeiro blockbuster adaptado de uma HQ da Valiant Comics: Bloodshot, com ninguém menos do que Vin Diesel no papel principal. Na história, Diesel interpreta Ray Garrison, um veterano de guerra que é trazido de volta à vida como o soldado perfeito: mais forte, mais rápido e…

Continuar lendo

Terror em cores: O Despertar de Cthulhu, Rei Amarelo e os Demônios da Goetia

Seja do psicológico, com nuances de suspense e situações incômodas, ao mais explícito, com muito sangue e violência, o terror tem várias faces. E, com esse repertório, uma infinidade de recursos narrativos capazes de causar emoções em todos os tipos de público. Com isso em mente, fica fácil entender por…

Continuar lendo

Alien, Predador, Juiz Dredd e o crossover que sua nerdice precisa

Muito populares nos EUA, onde são publicados pela editora Dark Horse, os quadrinhos do Alien e Predador expandem a mitologia criada nos filmes para novas fronteiras. Em arcos fechados, que raramente têm continuidade entre si, as equipes criativas têm a chance de contar ótimas histórias sobre as duas criaturas assassinas.…

Continuar lendo

Pérola: em HQ nacional, super-heroína luta contra abuso e injustiça

O Doutrinador, personagem brasileiro criado por Luciano Cunha, já estreou nos cinemas e segue agora em uma série própria pelo canal por assinatura Space. Também desenvolvida pela Guará Entretenimento, a HQ Pérola será a próxima a ganhar as telas em live-action – como anunciado pelo Instagram, o filme terá direção…

Continuar lendo

Três Homens em Conflito: HQ do Deadpool acerta com medalhões da Marvel

Ler uma HQ do Deadpool é catártico. A forma como o personagem não se leva a sério – e nem a ninguém – é o bastante para que o leitor mergulhe por horas em histórias descompromissadas, que batem no teto do politicamente incorreto. Mas, no meio dessa desordem toda, os…

Continuar lendo

Pequenas Felicidades Trans é aula de empatia e respeito em quadrinhos

A quadrinista Alice Pereira escolheu uma maneira peculiar de contar a sua história enquanto mulher trans: uma HQ, viabilizada por meio de financiamento coletivo. “Tudo começou com um diário que eu tinha no início da minha transição. Depois resolvi transformar o diário em uma HQ. Desenhar servia pra me livrar…

Continuar lendo