TWD: 10ª temporada elimina Sussurradores e apresenta Commonwealth

Depois de um longo hiato por conta da pandemia do coronavírus, que impossibilitaram a finalização da produção de sua season finale, The Walking Dead teve o episódio final de sua décima temporada transmitido neste domingo (04/10) pelo FOX Channel no Brasil. Assim, os fãs puderam assistir ao capítulo “A Certain Doom”, que trouxe a derrocada dos Sussurradores e o início do que promete ser a nova e última saga da série.

Dirigido por Greg Nicotero (responsável pela produção e maquiagem do título), o episódio mostrou que a espera valeu a pena, apostando em cenas de ação grandiosas, muita tensão e o retorno de uma figura importante para o universo de zumbis idealizado por Robert Kirkman. Abaixo, vamos listar o que aconteceu de mais importante neste encerramento e nossas apostas de cada evento deve afetar a sequência do seriado exibido pelo AMC. Ou seja, temos SPOILERS!

Maggie e o mascarado

Retorno confirmado, Maggie (Lauren Cohan, de Whiskey Cavalier) marcou presença na batalha entre os Sussurradores e os sobreviventes, salvando Aaron (Ross Marquand, de Vingadores: Guerra Infinita) e Padre Gabriel (Seth Gilliam, de Tropas Estelares). A moça, ao saber sobre as chacinas feitas pelos vilões, volta para junto de um mascarado que se mostra um exímio lutador. Maggie deve retomar a liderança das comunidades, porém, não houve qualquer dica sobre a identidade do indivíduo fantasiado.

Novos laços

Lidando de formas diferentes com a morte de Alpha (Samantha Morton, de Cosmópolis), Carol (Melissa McBride, de O Nevoeiro) e a jovem Lydia (Cassady McClincy, de Ozark) se aproximam, passando a estreitar seus laços, em uma relação que pode ser como a de mãe e filha – embora elas digam que não.

Queda dos Sussurradores

Os maiores momentos de tensão acontecem quando os sobreviventes tentam passar pela multidão de mortos-vivos e sussurradores reunidos pelo líder Beta (Ryan Hurst, de Filhos da Anarquia), mas sem mortes significantes até que…

O fim dos sussurradores é decretado quando o antagonista grandalhão é confrontado pela dupla Negan (Jeffrey Dean Morgan, de Supernatural) e Daryl (Norman Reedus, de Santos Justiceiros), restando ao veterano da primeira temporada de TWD dar o golpe derradeiro.

Virgil retorna

Uma das surpresas da season finale é o retorno de Virgil (Kevin Carroll, de Ponto Cego). O personagem parecia carta fora do baralho após fazer Michonne (Danai Gurira, Pantera Negra) passar maus bocados em sua despedida de TWD, porém, ressurge e encontra Connie (Lauren Ridloff, de Sem Fôlego).

Será que, em sua volta, ele procura vingança ou redenção?

Abram alas para a Nova Ordem Mundial

Na adaptação do último arco de quadrinhos, a jornada de Ezekiel (Khary Payton, de Os Jovens Titãs em Ação!), Yumiko (Eleanor Matsuura, de Mulher-Maravilha), Princesa (Paola Lázaro, de Lethal Weapon) e Eugene (Josh McDermitt, de Retired at 35) enfim se deparam com os soldados uniformizados e altamente armados do Commonwealth – conhecido aqui como “O Império”. 

Vale lembrar que este é o maior grupo de TWD e, caso haja confronto com os sobreviventes de Alexandria, Hilltop e The Kingdom, isso pode estremecer as relações de Maggie com Georgie (Jayne Atkinson, de House of Cards), a possível líder do Commonwealth.

Ou será que o Império já está em guerra com os Pioneiros de Fear the Walking Dead ou o CRM, que será explorado em The Walking Dead: World Beyond?

Comentários
Henrique Almeida

Henrique Almeida

Jornalista formado pela FIAM e fundador do Boletim Nerd. Foi colaborador da Coluna Mundo Geek, da GloboNews, e foi palestrante na Campus Party Brasil. Realizou a cobertura da Comic Con Experience, Brasil Game Show e Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

Comentários estão fechados.