Review – Justiceiro: Ano Um

Os bandidos sabem que não querem encontrá-lo em seu caminho, mas os leitores podem não conhecer a exata história de Frank Castle e de como ele se tornou o vigilante conhecido como Justiceiro. Escrito por Dan Abnett e Andy Lanning (dupla de Guardiões da Galáxia) e com as ilustrações de Dale Eaglesham (Conan Rei), o arco Justiceiro: Ano Um acompanha os momentos que fizeram Castle virar-se contra o sistema e decidir fazer justiça com as próprias mãos.

O único sobrevivente de um acerto de contas encomendado pelo clã Costa, em Nova York, Frank Castle é retirado entre os cadáveres de sua esposa, Maria, e dois filhos, acreditando que a lei seria capaz de punir os culpados pelo massacre. Responsáveis pelo caso, os policiais veteranos John Laviano e Stan Witts prometem capturar os criminosos, porém, logo a dupla percebe que a rede de influência dos Costa lhe impedirá de progredir com a investigação.

Justiceiro Ano Um - Punisher Year One 02

Antes de se tornar o Justiceiro, Frank Castle serviu como fuzileiro naval.

Testemunha da tragédia envolvendo a família Castle, o repórter alcoólatra Mike McTeer, do Clarim Diário, apresenta-se como um dos poucos aliados de Frank, motivado por razões moralmente questionáveis. Com a participação de McTeer, o leitor visita a redação do jornal comandado pelo editor J. J. Jameson e encontra o jovem fotógrado Peter Parker.

Por representar a primeira história do Justiceiro, Justiceiro: Ano Um tem a sobriedade que o roteiro demanda e é competente ao descrever a natureza atormentada e delirante do personagem popular nos quadrinhos da Marvel. Entretanto, o arco, lançado entre 1994 e 1995, poderia oferecer maior espaço a Frank Castle, uma vez que, por vezes, Laviano e McTeer alternam no centro das ações da narrativa – e isso toma o destaque do Justiceiro.

Ao exibir a revolta de Castle com as limitações da lei e o início do emprego de suas táticas militares contra os vilões, esta trama aborda a complexidade dos atos do protagonista, mostrando que ele realmente crê estar pregando a justiça, e não agindo só por vingança.  Além da leitura aprofundada, a saga conta com traços mórbidos nas artes de capa e nos títulos de suas quatro partes, ou seja, estilo sombrio adequado para o que é tratado em Punisher: Year One.

Justiceiro Ano Um - Punisher Year One 01

Esta imagem faz parte da primeira edição de Justiceiro: Ano Um, publicada no Brasil pela Abril Jovem.

Embora Ano Um não esteja entre as HQs mais famosas sobre o Justiceiro, a minissérie tem impacto nas publicações e adaptações que carregam o nome do vigilante.

Comentários
Henrique Almeida

Henrique Almeida

Jornalista formado pela FIAM e fundador do Boletim Nerd. Foi colaborador da Coluna Mundo Geek, da GloboNews, e foi palestrante na Campus Party Brasil. Realizou a cobertura da Comic Con Experience, Brasil Game Show e Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

Comentários estão fechados.