WandaVision abre Fase 4 do MCU com tensão e mistério

WandaVision abre Fase 4 do MCU com tensão e mistério

Responsável por dar início à Fase 4 do MCU (“Universo Cinematográfico Marvel”, em tradução), a série WandaVision chegou nesta sexta-feira (15) ao serviço de streaming Disney+. Primeiro programa televisivo da Marvel Studios, o título trouxe em seus dois episódios iniciais um misto de tensão e mistério, no qual o telespectador não consegue ter qualquer noção do que de fato está acontecendo aos protagonistas e quais ameaças eles estão enfrentando.

Parecendo uma série de TV dentro de uma série de TV, a produção da showrunner Jac Schaeffer (Timer: Contagem Regressiva Para o Amor) apresenta Wanda Maximoff (Elizabeth Olsen) e Visão (Paul Bettany) tentando levar uma vida normal de recém-casados na pacata Westview – algo semelhante a HQ Visão (2015). Lá, no que parecem ser os anos 1960, Wanda parece ser uma dona de casa, enquanto seu marido trabalha como analista de dados.

Nada é o que parece ser

Enquanto interagem com vizinhos, fica claro que há algo de errado. Para começar, o casal se encontra decidido a celebrar uma data sem saber seu significado, que pode ser um aniversário de casamento, primeiro encontro ou data de ressureição – pois Visão foi assassinado por Thanos em Vingadores: Guerra Infinita. Além disso, ao final dos capítulos, que dão créditos aos personagens e não aos atores, há alguém assistindo a tudo em algum tipo de base.

Como falamos acima, os personagens secundários também parecem não estar ali por acaso. No segundo episódio, a atriz Teyonah Parris, que foi escalada para viver a adulta Monica Rambeau, surge como Geraldine. Ou seja, como em Dinastia M, parecem acontecer mudanças nos papéis das figuras ao redor de Wanda e Visão. E isso nos faz questionar quem realmente são a vizinha Agnes (Kathryn Hahn) e a socialite Dottie (Emma Caulfield Ford)?

Quando há alguma aglomeração de figurantes em cena, a sensação que se tem é de que estamos diante de alguma espécie de culto. Teorias sugerem a participação do demônio Mefisto.

Perturbação à vista

Até aqui, poderíamos supor que Wanda está descontrolada, em um surto provado por terceiros. No entanto, há pistas que indicam que a Feiticeira Escarlate possui qualquer nível de controle sob o que está acontecendo. Além do chamado no rádio, a mais clara delas é quando um indivíduo sai de um bueiro na frente da casa de Wanda e Visão vestido de apicultor, mas a vingadora acaba “voltando a fita” para Visão não precisar lidar com aquilo, aparentemente.

Entre provocações envolvendo os nomes Stark, Strucker e Hydra e menções a estalares de dedos e cabeças indestrutíveis, WandaVision entrega pouco do que será essa experiência, o que pode frustrar quem esperava uma linha narrativa mais linear. Entretanto, tecnicamente, Olsen e Bettany exibem boas atuações em adaptação ao modelo sitcom (que, até agora, não tem emplacado o humor eficiente da Marvel), junto de efeitos visuais dignos de cinema.

WandaVision terá 9 episódios liberados toda sexta-feira no Disney+.

Next Post

Flora e Ulysses ganha trailer e data de estreia no Disney+

Baseado no livro vencedor do prêmio Newberry de Kate DiCamillo, a comédia-aventura Flora e Ulysses estará disponível a partir de 19 de fevereiro no Disney+. O filme é estrelado por Matilda Lawler, Alyson Hannigan e Ben Schwartz. Veja o trailer: Leia a sinopse oficial: “O longa é uma comédia-aventura sobre Flora, […]
Flora e Ulysses ganha trailer e data de estreia no Disney+