Mortal Kombat (2021) é combo brutal de fan service

Mortal Kombat (2021) é combo de fan service e brutalidade

Franquia de jogos lançada em 1992, Mortal Kombat vem acompanhando gerações de gamers pelo mundo todo, além de abocanhar fãs em suas adaptações para o cinema e quadrinhos. Agora, o título retorna para as telonas, estreando nesta quinta-feira (20) nos cinemas do Brasil, com direito a litros de sangue derramado, ossos quebrados e até mesmo desmembramentos acontecendo numa superprodução com efeitos especiais e caracterizações iguais aos games.

Com direção do estreante Simon McQuoid, a sangrenta adaptação é protagonizada por Cole Young (Lewis Tan, de Into the Badlands), criado especialmente para o longa, como um descendente distante do ninja Hanzo Hasashi – vulgo Scorpion. Longe do ápice, o lutador de MMA herdou uma marca de dragão, que considera de nascença. O que ele não sabe é que o símbolo o torna um dos guerreiros escolhidos para proteger a Terra num torneio interdimensional.

Até aqui, a competição chamada de “Mortal Kombat” registra um placar de 9 vitórias para a Exoterra (realidade habitada por feiticeiros e monstros) e, caso a Terra perca novamente, será invadida pelas forças do implacável vilão Shang Tsung (Chin Han, de Marco Polo).

Choose your fighter

A trama simples é coroada pela participação massiva de personagens muito populares nos jogos eletrônicos. Jax Briggs (Mehcad Brooks, de Supergirl), Sonya Blade (Jessica McNamee, de Black Water: Abyss) e Kano (Josh Lawson, de House of Lies) dão as caras logo no início do filme, recrutados pelo poderoso Lord Raiden (Tadanobu Asano, de Thor: Ragnarok) – e seus pupilos, Liu Kang (Ludi Lin, de Power Rangers) e Kung Lao (Max Huang, de Time Raiders).

Pelo lado de Tsung, se destacam Bi-Han (Joe Taslim, de Warrior) – o assassino Sub-Zero –, Mileena (Sisi Stringer, de Children of the Corn), Goro (Angus Sampson, de Angus Sampson) e Nitara (Mel Jarnson, de Harrow). Kabal, Reiko e Reptile também surgem em tela.

Scorpion wins

Essa versão de Mortal Kombat é entretenimento puro, oferecendo um espetáculo de ação recheado de cenas de luta intensas, bem coreografadas e violentas. Porém, mesmo com as tiradas de Kano e as jornadas de Cole e Sonya para encontrar suas “arcanas” (habilidades especiais), o ponto alto da obra é mesmo a presença do ator Hiroyuki Sanada (Westworld) como Scorpion. Além de estrelar sequências brutais, a encarnação do ninja tem visual até superior aos jogos.

Pelo carisma e fidelidade aos games, a expectativa é de que Mortal Kombat retorne para algumas sequências.

Next Post

8ª edição de revista Diário Macabro entra em financiamento coletivo

A editora Diário Macabro colocou a edição nº 8 da revista Diário Macabro no Catarse, plataforma de financiamento coletivo. A revista, que contará com contos de terror e horror de 16 autores brasileiros, é semestral e completa um ciclo a cada 4 números. Com esta edição, a editora chega ao […]
8ª edição de revista Diário Macabro entra em financiamento coletivo