Marvel’s Runaways: 3ª temporada se despede com trama mística

Cancelada junto com todas as atrações que fizeram parte da Marvel Television – isto é, os programas lançados antes do Disney+ –, Marvel’s Runaways teve sua terceira e última temporada liberada em 13 de dezembro de 2019, diretamente no serviço de streaming Hulu. Correndo contra o tempo, os personagens criados para os quadrinhos pela dupla Brian K. Vaughan e Adrian Alphona têm a missão de concluir a saga dos alienígenas Gibborim e encarar a ameaça de Morgana le Fay (Elizabeth Hurley, de Passageiro 57), a bruxa da Dimensão Sombria.

Em 10 episódios de 50min de duração, a trama dá sequência aos eventos da temporada anterior, quando os Fugitivos da Marvel enfrentam (e até derrotam) Jonah (Julian McMahon, de Quarteto Fantástico), mas acabam vendo quatro outros extraterrestres escaparem. O problema é que os seres de outro planeta assumem o controle dos corpos de Tina Minoru (Brittany Ishibashi, de This is Us), Victor Stein (James Marsters, de Buffy: A Caça-Vampiros) e de Stacey Yorkes (Brigid Brannagh, de Army Wives). Para piorar, um dos garotos também foi possuído.

À Vingadores: Ultimato, a série investe numa viagem no tempo até o futuro. (Foto: Michael Desmond/Hulu)

O seriado avança sobre a tentativa de Alex Wilder (Rhenzy Feliz, de Teen Wolf), Nico Minoru (Lyrica Okano, de The Affair), Karolina Dean (Virginia Gardner, de Como Eu Morro), Gert Yorkes (Ariela Barer, de Atypical), Chase Stein (Gregg Sulkin, de Faking It) e Molly Hernandez (Allegra Acosta, de 100 Coisas para Fazer Antes do High School) em salvar seus pais e impedir que os Gibborim destruam a Terra com o lançamento de sua espaçonave. É claro que a suspeita de que há um traidor no grupo esquenta os ânimos e complica as coisas.

No programa criado por Stephanie Savage (Hart of Dixie) e Josh Schwartz (Gossip Girl: A Garota do Blog), ainda há outra linha narrativa mais interessante. Antagonista mística da Marvel, Morgana le Fay é atraída pelo Cajado do Absoluto de Nico e passa a assombrar a jovem com visões e promessas de ajudá-la a resgatar seus amigos. No entanto, a feiticeira tem planos escusos e busca conquistar a Terra ao fundir a tecnologia dos humanos com sua magia sombria, induzindo suas vítimas a adotarem comportamento violento, alienado e subserviente.

Morgana le Fay extrai seus poderes da Dimensão Sombria, assim como os vilões de Doutor Estranho. (Foto: Hulu)

De narrativa lenta, a nova temporada de Marvel’s Runaways apenas funciona para quem aprovou a primeira e segunda temporada, promovendo a evolução dos protagonistas, conclusão das pontas soltas e brindando os fãs com o crossover com Marvel’s Cloak and Dagger (atração que não teve tempo para se despedir) – afinal, misticismo é a área de Tyrone Johnson/Manto (Aubrey Joseph, de Noite Sem Fim) e Tandy Bowen/Adaga (Olivia Holt, de Somos Todos Iguais).

Comentários
Henrique Almeida

Henrique Almeida

Jornalista formado pela FIAM e fundador do Boletim Nerd. Foi colaborador da Coluna Mundo Geek, da GloboNews, e foi palestrante na Campus Party Brasil. Realizou a cobertura da Comic Con Experience, Brasil Game Show e Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

Comentários estão fechados.