Luta por Justiça: Michael B. Jordan protagoniza drama contra racismo

A maneira tendenciosa como as policiais e tribunais tratam comunidades menos favorecidas são um problema sério. Acontece em São Paulo – como vimos recentemente –, no resto do Brasil e no mundo afora. E isso não é de hoje, mas, sim, uma ferida antiga que afeta nossa sociedade. No filme Luta por Justiça (Just Mercy, EUA, 2019), Michael B. Jordan (Creed e Pantera Negra) assume o papel do advogado Bryan Stevenson, que enfrenta o corrupto sistema judiciário do Alabama (EUA) na tentativa de salvar um homem injustamente condenado à pena de morte.

Baseado em eventos reais, o longa dirigido por Destin Daniel Cretton (O Castelo de Vidro) acompanha a caminhada de Stevenson, advogado recém-formado que, entre 1987 e 1993, passa a oferecer assistência legal a indivíduos acusados à cadeira elétrica, que muitas vezes são vítimas de acordos ruins e defensores desinteressados. No roteiro assinado por Andrew Lanham (O Castelo de Vidro), o protagonista defendo o caso de Walter McMillian (Jamie Foxx, de Django Livre), sentenciado pelo suposto assassinato de uma mulher branca.

Em 2h17, o longa explora as camadas de preconceito, que permeiam uma cidade de população majoritariamente branca que marginaliza pessoas negras, e seu resultado como injustiça racial, culminando em tratamento desigual e ofensivo por parte do departamento de polícia e promotoria local. Apoiando seu cliente, o personagem de Michael B. Jordan conhece sua comunidade, família e seus amigos, sentindo por completo toda a extensão do esquema fraudulento de condenações perpetuado pelo xerife Tate (Michael Harding, de One Tree Hill).

O drama envolve rápido o público, comovendo e indignando o espectador a cada reviravolta, o que faz refletir sobre a alta taxa de confinamentos sem julgamento apropriado, a necessidade de garantias de direitos humanos às populações carcerárias e sobre a aplicação da pena de morte. Para dar peso a todos esses temas, o título recruta grandes nomes de Hollywood, tendo Brie Larson (Capitã Marvel) ao lado de Michael B. Jordan e Jamie Foxx. Entretanto, o maior destaque é Rob Morgan (Demolidor), em cenas de cortar o coração.

Estreando nesta quinta-feira (20/02) nos cinemas, Luta por Justiça que vai te fazer chorar por mostrar a dura realidade de pessoas no mundo todo, mas também incentiva a busca pela verdade e a justiça.

Comentários
Henrique Almeida

Henrique Almeida

Jornalista formado pela FIAM e fundador do Boletim Nerd. Foi colaborador da Coluna Mundo Geek, da GloboNews, e foi palestrante na Campus Party Brasil. Realizou a cobertura da Comic Con Experience, Brasil Game Show e Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

Comentários estão fechados.