Locke & Key: Bem-vindo a Lovecraft é experiência de mistério e terror

Uma criação de Joe Hill, filho de Stephen King e autor do livro NOS4A2, Locke & Key apresenta um mundo no qual a existência de misteriosas chaves de poder resulta em uma incessante batalha entre o bem e o mal. Em parceria com o ilustrador Gabriel Rodriguez, o escritor usa da história de suspense e terror para falar sobre amadurecimento, medo e luto, pelos quais passam os irmãos Tyler, Kinsey e Bode em suas macabras desventuras.

Em “Locke & Key: Bem-vindo a Lovecraft”, o primeiro volume da saga, conhecemos as dinâmicas dos Locke que, após assassinato de seu patriarca, Rendell, se mudam para a pacata cidade de Lovecraft, onde passam a morar a Keyhouse, antiga propriedade da família. O que eles não sabem é que a mansão na Nova Inglaterra esconde segredos e terrores, que aos poucos são revelados aos adolescentes por meio de chaves capazes de desbloquear habilidades especiais.

A HQ literalmente entra na cabeça de seus protagonistas. (Foto: IDW)

Originalmente publicada pela IDW, em 2008, a trama explora como os irmãos lidam com o trauma da morte do pai e suas respectivas reações diante do ataque de Sam Lesser, um desequilibrado assassino em série. O mais velho, Tyler, carrega a culpa por ter em algum momento desejado o fim de seu progenitor. Kinsey, por sua vez, sofre pelo medo que a impossibilitou de agir durante a tragédia. Bode é ignorado por ser o mais jovem.

Enquanto o leitor vai sendo enfeitiçado pelas possibilidades oferecidas pelas chaves, Hill trabalha na construção de uma surpreendente narrativa sobre vingança, que remete ao passado do patriarca dos Locke e seus ecos – literalmente – no presente dos protagonistas. Sem spoilers, é possível dizer que o enredo intriga pelo suspense sobrenatural e impacta pela violência gráfica e linguagem madura utilizada principalmente pelos antagonistas.

Um eco do passado dos Locke surge como principal vilão da trama. (Foto: IDW)

Lançada no Brasil pelo selo de quadrinhos Geektopia, da Editora Novo Século, Locke & Key: Bem-vindo a Lovecraft entrega uma experiência de tensão e horror – ampliada pelas cores sóbrias empregadas por Jay Fotos – como plano de fundo para um conto sobre os percalços do amadurecimento e a imperfeição da existência humana. Não à toa rendeu adaptação na Netflix.

Comentários
Henrique Almeida

Henrique Almeida

Jornalista formado pela FIAM e fundador do Boletim Nerd. Foi colaborador da Coluna Mundo Geek, da GloboNews, e foi palestrante na Campus Party Brasil. Realizou a cobertura da Comic Con Experience, Brasil Game Show e Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

Comentários estão fechados.