Guardiões da Galáxia Vol. 3: Elenco posta carta aberta em apoio a James Gunn

Dez dias após a demissão de James Gunn (Seres Rastejantes), diretor da franquia Guardiões da Galáxia, por piadas ofensivas feitas em tweets antigos, os atores Chris Pratt (Passageiros), Zoe Saldana (Avatar), Vin Diesel (Velozes e Furiosos), Bradley Cooper (Se Beber, Não Case!), Dave Bautista (Blade Runner 2049), Karen Gillan (Doctor Who), Michael Rooker (The Walking Dead), Pom Klementieff (Old Boy: Dias de Vingança) e Sean Gunn (Gilmore Girls) publicaram uma carta aberta em seu apoio.

Na carta, os atores pedem a volta de James Gunn apesar de não aprovarem suas piadas. (Foto: Getty Images/Disney)

Junto com a carta, Chris Pratt, que interpreta Peter Quill, escreveu a seguinte legenda: “Apesar de não apoiar as piadas inapropriadas feitas por James Gunn anos atrás, ele é um bom homem. Eu, pessoalmente adoraria vê-lo como diretor do Volume 3”.

Confira a versão traduzida para o português:

“Para nossos fãs e amigos:

Nós apoiamos James Gunn totalmente. Todos ficamos chocados por sua abrupta demissão na semana passada e intencionalmente esperamos estes 10 dias passarem para podermos pensar, rezar, ouvir e discutir antes de darmos nossa resposta. Neste período, fomos encorajados pelo imenso apoio dos fãs e membros da mídia que desejam ver James ser retornando ao posto de diretor do Volume 3; e desencorajados por aqueles que foram facilmente levados a acreditar nas absurdas teorias da conspiração que o cercam.

Fazer parte da franquia Guardiões da Galáxia tem sido uma grande honra para nossas vidas. Não podemos deixar este momento passar sem expressar nosso amor, apoio e gratidão por James. Não estamos aqui para defender suas piadas feitas há muitos anos, mas para compartilhar nossa experiência tendo passado tantos anos no set fazendo Guardiões da Galáxia e Guardiões da Galáxia Vol. 2. O caráter que ele vem demonstrando desde sua demissão condiz com o homem que ele era todos os dias no set, e acreditamos que seu pedido de desculpas, de agora e de anos atrás quando ele comentou as publicações inicialmente, é de coração, um coração que todos conhecemos, confiamos e amamos. Ele mudou nossas vidas para sempre ao selecionar cada um de nós para o ajudar a contar a história destes marginais que encontram redenção. Nós acreditamos que o tema da redenção nunca foi tão relevante quanto neste momento.

Cada um de nós espera trabalhar com o nosso amigo James novamente. Sua história ainda não terminou – não mesmo.

Existem poucos processos corretos no tribunal da opinião pública. James não será a última boa pessoa a ser julgada. Levando em consideração a crescente polarização política em nosso país, é seguro dizer que casos assim continuarão a acontecer, ainda que esperemos que os estadunidenses de todo o espectro político possam diminuir o assassinato de caráter e parem de alimentar a mentalidade de linchamento.

Esperamos que o que aconteceu possa servir como exemplo para que todos nós percebamos a enorme responsabilidade que temos, para conosco e para com os outros, em relação ao uso que damos às palavras quando as cravamos nas pedras digitais; esperamos que nós, enquanto sociedade, possamos aprender a partir desta experiência e que, no futuro, possamos pensar duas vezes antes de decidir o que queremos expressar; e que o aprendizado possa alimentar nossa capacidade de curar e ajudar ao invés de machucar uns aos outros. Obrigado por ler nossas palavras.

Os Guardiões da Galáxia.”

Comentários
Avatar

Daniel Generalli

Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo, nerd de nascimento e ganhador do troféu HQMix pelo TCC "Vozes e Traços - O Novo Cenário Brasileiro de HQs".

Comentários estão fechados.