DC FanDome: conheça o game Suicide Squad: Kill the Justice League

Com apresentação de Will Arnet, a voz do Batman nos desenhos de Lego, o painel de Suicide Squad: Kill the Justice League no DC FanDome trouxe o trailer e mais detalhes do novo jogo. O vídeo traz um visual repaginado para quatro dos integrantes da equipe mais letal da DC: o Pistoleiro, Tubarão-Rei, Capitão Bumerange e, claro, a Arlequina. Veja abaixo:

No trailer podemos ver uma imagem de destruição absoluta, com o que parece ser a nave do alienígena Brainiac caída sobre Metrópolis e um exército de seres que parecem zumbis. Logo no final, a aparição de um Superman ensandecido dá o tom do jogo e mostra que não vai ser fácil para o Esquadrão Suicida derrubar a Liga da Justiça.

Depois da exibição do trailer, o apresentador se juntou a Sefton Hill, diretor criativo da Rocksteady – mesmo estúdio dos dois primeiros jogos da série Batman: Arkham e do último, Arkham Knight – para saber mais sobre a dinâmica do game.

O executivo da desenvolvedora destacou que Suicide Squad: Kill the Justice League se passa no mesmo universo dos jogos do Batman e que será possível trocar de personagem a qualquer momento ao jogar o modo história em single player e que o cooperativo dará suporte para até quatro jogadores simultâneos.

Pistoleiro, Arlequina, Tubarão-Rei e Capitão Bumerangue serão personagens jogáveis. (Foto: WB Games)

Embora Hill tenha mostrado entusiasmo e a reputação que precede a Rocksteady em games com personagens da DC seja ótima, trazer a Liga da Justiça como vilã não é algo exatamente novo nesse universo da cultura pop, como mostra a série Injustice, ainda que o novo contexto seja interessante.

Ao contrário de Gotham Knights, também anunciado no DC FanDome, que chega em 2021, Suicide Squad: Kill the Justice League só sai em 2022 para PS5 e Xbox Series X. Então, até lá, é possível que o hype para o jogo aumente a medida que mais detalhes e gameplaus forem revelados. Aqui na redação do BN, por exemplo, a sensação é que ele chamou a atenção, mas ainda não deu tanta vontade assim de jogar.

Comentários
Carlos Bazela

Carlos Bazela

Jornalista e leitor compulsivo, gosta de cerveja, café e chá preto não necessariamente nessa ordem. Fã de boas histórias, principalmente daquelas contadas por meio de desenhos e balões.

Comentários estão fechados.