Star Wars: O Despertar da Força equilibra o clássico e o novo

Uma religião para os nerds, Star Wars não tinha um novo filme lançado nas telonas há 10 anos. Sob os olhares atentos das várias gerações de fãs, espalhadas pelo planeta inteiro, a franquia retorna aos cinemas nesta quinta-feira (17/12) com a responsabilidade de manter o nível dos longas clássicos, respeitar o universo de George Lucas e apresentar aventuras inéditas. E é isso que Star Wars: O Despertar da Força (Star Wars: The Force Awakens, EUA, 2015) faz!

Encarregado de “trazer o equilíbrio para a Força”, o diretor J.J. Abrams (Lost) oferece um filme com tudo aquilo que o público tanto esperava. Fã declarado da saga de ficção científica, Abrams demonstra domínio sobre a mitologia de Star Wars e aproveita para criar e surpreender. Assim, além de servir aqueles que procuram por boas doses de nostalgia, Star Wars: O Despertar da Força chega com tramas originais e cativa com os personagens estreantes.

Star Wars: The Force Awakens..Ph: Film Frame..? 2014 Lucasfilm Ltd. & TM. All Right Reserved.

É impossível negar que Kylo Ren tem o sabre de luz mais legal de Star Wars! (Foto: Lucasfilm)

Desta vez, “em uma galáxia muito, muito distante”, a história tem início depois dos eventos de O Retorno do Jedi. Passada a ameaça de Darth Vader, a Resistência, liderada pela Princesa/General Leia (Carrie Fisher, de Harry & Sally: Feitos um para o Outro), busca pistas sobre o destino de Luke Skywalker (Mark Hamill, de The Flash), no planeta Jakku, para derrotar a Primeira Ordem. É que lá que o temido vilão Kylo Ren (Adam Driver, de Girls) aparece pela primeira vez, almejando encontrar o antigo Jedi.

Sem dar grandes spoilers, o mapa com a possível localização de Luke é inserido no pequeno BB-8, artifício utilizado para conectar a geração clássica de Star Wars aos mais novos rostos da franquia. Justamente em Jakku, a destemida Rey (Daisy Ridley, de Scrawl) e o stormtrooper desertor Finn (John Boyega, de 24 Horas: Viva um Novo Dia) se unem para entregar o robô à Resistência. Com cada um seguindo suas razões, ambos decidem participar da “Guerra nas Estrelas”.

Star Wars: The Force Awakens Ph: Film Frame ©Lucasfilm 2015

O simpático BB-8 é o “herdeiro” de R2-D2. (Foto: Lucasfilm)

Na jornada, surgem Han Solo (Harrison Ford, de Blade Runner, o Caçador de Andróides), Chewbacca (Peter Mayhew), Leia, o diplomata C-3PO (Anthony Daniels) e o carismático R2-D2 (Kenny Baker). Toda vez que um deles entra em cena, um clima de reencontro preenche a sala de cinema. Contudo, o protagonismo partilhado entre os jovens Rey e Finn faz com que o público também se apegue rapidamente a dupla que estreia em Star Wars: O Despertar da Força.

Voltando ao que deu certo na trilogia inicial, Star Wars: O Despertar da Força aposta em tramas de cunho familiar, coloca a nostálgica Millennium Falcon para voar e traz uma mescla de influências e homenagens à Estrela da Morte. Entretanto, diferente dos três longas mais recentes, a superprodução da Lucasfilm acerta ao evitar apresentar batalhas de proporções exageradas.

Star Wars: The Force Awakens Ph: Film Frame ©Lucasfilm 2015

Será que alguma profecia determina o destino de Rey? (Foto: Lucasfilm)

Revelando pouco sobre o passado de Rey e Finn, e menos detalhes ainda sobre o futuro da saga, Star Wars: Episódio VII deixa os fãs na expectativa pelas próximas aventuras.

Star Wars: O Despertar da Força estreia nesta quinta-feira (17/12).

Que a Força esteja com você!

Comentários
Henrique Almeida

Henrique Almeida

Jornalista formado pela FIAM e fundador do Boletim Nerd. Foi colaborador da Coluna Mundo Geek, da GloboNews, e foi palestrante na Campus Party Brasil. Realizou a cobertura da Comic Con Experience, Brasil Game Show e Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

Comentários estão fechados.