Invasion!: Conheça a minissérie de HQs que inspirou o novo crossover da DC

No multiverso de quadrinhos da DC Comics, a presença de personagens vindos de outros planetas é algo completamente comum, uma vez que figuras como o Super-Homem, Supergirl, Caçador de Marte, Gavião Negro e Mulher-Gavião são alguns dos principais heróis da editora. Porém, em 1988, as páginas dos gibis ganharam contornos de uma verdadeira conspiração alienígena na minissérie de HQs Invasion! (ou “Invasão!”, em tradução), com roteiro de Keith Giffen, argumento de Bill Mantlo e os desenhos de Todd McFarlane e Bart Sears.

Na história, os Domínions – uma raça de aliens – decidem invadir a Terra motivados pelo crescimento da população meta-humana, considerando que o surgimento de indivíduos com superpoderes cada vez mais imprevisíveis pode se tornar uma ameaça para toda a galáxia. Sendo assim, uma vez que são apenas estrategistas e pesquisadores, os Dominadores constituem a chamada Aliança Alienígena, que reúne espécies com diferentes habilidades, para atacar os superseres terrestres e alcançar sua completa dominação.

Superman e companhia precisam evitar que os Domínios causem a extinção dos meta-humanos da Terra. (Foto: DC Comics)

Superman e companhia precisam evitar que os Domínions causem a extinção dos meta-humanos do planeta Terra. (Foto: DC Comics)

Liderada pelos Dominadores, a armada extraterrestre é composta pelos transmorfos Durlanianos, os guerreiros Okaaranos, os Cidadelanos, os homens alados Thanagarianos, as criaturas Gil’Dishpans, os cientistas sádicos Psíons e os sanguinários Khundíos. Do outro lado, na defesa da Terra, são escalados os integrantes da Liga da Justiça Internacional, Amanda Waller e o seu Esquadrão Suicida, a equipe dos Ômega Men, Adam Strange, Starman IV e até o Desafiador, para citar apenas alguns dos muitos super-heróis envolvidos na batalha.

Ambiciosa, a trama espacial não só inclui diversas raças de ETs, como também transcorre em múltiplos países da Terra, obtendo com êxito todo o clima de uma “guerra dos mundos”, com caos internacional, imprensa sendo sensacionalista e crises políticas. Com isso, o leitor vê Flash (Wally West), Nuclear, Besouro Azul e Capitão Átomo enfrentando os Domínions em Moscou (Rússia), Cuba, Nova York (EUA) e na Austrália, enquanto o Super-Homem, os Lanternas Verdes Hal Jordan e Guy Gardner e Ajax (Caçador de Marte) viajam pelo universo para deter os inimigos.

Mesmo com participação discreta dos icônicos membros da LJA (como Mulher-Maravilha, Batman e Aquaman), “Invasão!” se mostra envolvente, bem embasada (o primeiro volume serve basicamente para fundamentar as ações dos Dominadores), alcança picos de suspense e aproveita a numerosa esquadra de heróis e vilões da DC Comics para promover interações inusitadas e momentos divertidos.

Esta manchete do jornal Daily Planet veio junto com a primeira edição de Invasão, publicada pela Editora Abril! (Foto: Reprodução)

Esta manchete do jornal Daily Planet vinha junto com a primeira edição de Invasão, publicada pela Editora Abril!

Lançado no Brasil em formatinhos pela Editora Abril em 1990, o arco principal de “Invasion!” foi publicado em 3 edições, que, somadas, contavam com 11 capítulos, porém, a história ganhou desdobramentos em revistas como DC 2000, Super-Homem, Os Novos Titãs e Liga da Justiça Internacional, que estavam em circulação na época.

Comentários
Henrique Almeida

Henrique Almeida

Jornalista formado pela FIAM e fundador do Boletim Nerd. Foi colaborador da Coluna Mundo Geek, da GloboNews, e foi palestrante na Campus Party Brasil. Realizou a cobertura da Comic Con Experience, Brasil Game Show e Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

Comentários estão fechados.