Superman & Lois investe em clima sóbrio e drama familiar

Superman and Lois investe em clima sóbrio e drama familiar

Estreou na última semana o primeiro episódio de Superman & Lois, mais nova atração integrante do catálogo do Arrowverse. Em capítulo duplo, a produção do canal The CW apresenta o casal de jornalistas Clark Kent (Tyler Hoechlin, de Teen Wolf) e Lois Lane (Elizabeth Tulloch, de Grimm: Contos de Terror) que conhecemos nos crossovers Elseworlds e Crise nas Infinitas Terras, mas agora diante de mudanças importantes em suas vidas.

De cara, o seriado de Greg Berlanti e Todd Helbing acerta ao contar resumidamente toda a história do Super-Homem, desde sua chega à Terra após a destruição de Krypton até seus primeiros dias como herói, exibindo referências sobre sua estreia na revista em quadrinhos Action Comics #1, de 1938. Porém, como se vê com a introdução dos filhos de Clark e Lois, um problema relevante é a cronologia do título, pois no crossover recente havia só um bebê.

Com a possibilidade de o programa estar situado em uma realidade alternativa à Terra Prime, a trama começa a se desenrolar com – SPOILER! – o falecimento de Martha Kent (Michele Scarabelli, de Os Sete Monstrinhos), que leva Clark e sua família de volta a Smallville. Lá, o último filho de Krypton precisa acertar as contas com seu passado, dar atenção a sua prole e ainda investigar as ações de um vilão que parece estar lhe provocando.

Raízes

Em Smallville, o outrora Superboy começa a olhar para tudo e todas as pessoas que acabou deixando para trás, desde suas virtudes até o sofrimento a que são impostos. Sua antiga namorada, Lana Lang (Emmanuelle Chriqui, de Entourage: Fama & Amizade), por exemplo, casou-se com o bombeiro Kyle Cushing (Erik Valdez, de General Hospital) e passou a trabalhar no banco da cidade.

Enquanto isso, a estadia de Clark junto a Lois rendeu frutos. Agora, cabe ao casal cuidar de Jordan (Alex Garfin, de Lei & Ordem: Unidade de Vítimas Especiais) e Jonathan (Jordan Elsass, de Pequenos Incêndios Por Toda Parte). Enquanto o primeiro é retraído e sofre de ansiedade, o segundo é o típico atleta do ensino médio. Lidar com as diferenças entre eles e o despertar – OUTRO SPOILER – dos poderes de Jordan é o desafio dos pais.

À esquerda, Jordan manifesta habilidades kryptonianas e isso mudará sua vida. (Foto: The CW)

Aqui, Clark também precisa revelar-se como Superman aos garotos, que se revoltam por não saberem de seu legado anteriormente. Nessa parte, a obra remete ao quadrinho Superman: Lois e Clark, com as dinâmicas básicas da família e suas crises.

Pés no chão

Superman & Lois adota uma atmosfera extremamente séria, sobriedade que não é apenas questão estética. Para começo de conversa, tanto Clark quanto Lois encaram mudanças drásticas no Planeta Diário, cada vez mais distante do bom e velho jornalismo praticado por Perry White. Agora, o jornal foi comprado por Morgan Edge (Adam Rayner, de Tyrant), um adepto da desinformação. Edge ainda está por trás da aquisição hostil de terras em Smallville.

Quando sua vida inteira parece ruir, o protagonista também vê a Terra à mercê de um poderoso inimigo que tem atacado usinas energéticas. Ou seja, são tempos difíceis para o Homem de Aço, que mais do que nunca precisará provar porque é o sinônimo de bondade, justiça e esperança.

Next Post

PS Plus: março tem 5 jogos disponibilizados aos assinantes

Os jogos de março da PS Plus chegam amanhã (2) para os consoles da PlayStation! Para PS4, Final Fantasy VII Remake e Remnant: From the Ashes estarão disponíveis aos assinantes do serviço. Para PS VR, chega Farpoint. Ao PS5, o lançamento Maquette e Destruction AllStars podem ser resgatados. Todos os […]
PS Plus: março tem 5 jogos disponibilizados aos assinantes