Super-Heróis Unidos: Homem de Ferro e Capitão América avante contra Hidra

Não foi porque a Marvel virou uma potência em Hollywood que ela deixou de lado as animações. Em 2014, veio Homem de Ferro e Capitão América: Super-Heróis Unidos, totalmente feita em computação gráfica e que integra o catálogo do Telecine Play.

A trama começa com os dois membros mais emblemáticos dos Vingadores em uma sessão de treinos no porta-aviões aéreo da S.H.I.E.L.D. Até que estoura uma crise e eles precisam correr contra o tempo para que o Caveira Vermelha não crie um exército invencível para a Hidra.

Steve Rogers e Tony Stark em Homem de Ferro e Capitão América: Super-Heróis Unidos

O longa é dirigido por Eric Radomski e Leo Riley, de Os Vingadores Unidos.

Contudo, uma das coisas que mais vale a pena prestar a atenção do desenho é a presença do Treinador, vilão que estará no filme solo da Viúva Negra – cuja estreia foi adiada para 29 de outubro. A presença dele mostra um pouco como vai ser a dinâmica do personagem em cena e como funciona seu poder de memória fotográfica, que lhe permite executar e prever todos os movimentos dos seus adversários.

Entretenimento puro

Com uma história simples e animação bem acabada, Homem de Ferro e Capitão América: Super-heróis Unidos traz uma cara de videogame para a franquia. Não há grandes viradas de roteiro e os desafios são previsíveis. Ainda assim, como muitas aventuras em desenho animado, o longa é divertido.

Outro ponto da animação é que ela traz de volta o elenco de vozes originais, presente na série Os Vingadores Unidos, tendo Adrian Pasdar (o General Tallbot em Marvel’s Agents of S.H.I.E.L.D.) como Homem de Ferro e Roger Craig Smith, um velho conhecido dos gamers por fazer a voz de Ezio Auditore, da franquia Assassin’s Creed, no papel do Capitão

Treinador e Capitão América lutando em Homem de Ferro e Capitão América: Super-Heróis Unidos

Com Treinador, Homem de Ferro e Capitão América: Super-Heróis Unidos é aperitivo para Viúva Negra.

Longe de ser um marco no gênero e sem a mínima pretensão disso,  Homem de Ferro e Capitão América: Super-Heróis Unidos é diversão garantida para tardes ou noites despretensiosas em frente à televisão, para assistir sozinho ou com a família e ver mais uma vez os gibis da Marvel “ganharem vida”.

Comentários
Carlos Bazela

Carlos Bazela

Jornalista e leitor compulsivo, gosta de cerveja, café e chá preto não necessariamente nessa ordem. Fã de boas histórias, principalmente daquelas contadas por meio de desenhos e balões.

Comentários estão fechados.