Sapatinho Vermelho e os Sete Anões discute estereótipos de beleza

De tempos em tempos, o conto clássico da Branca de Neve ganha novas versões e interpretações cada vez mais atuais. Com Sapatinho Vermelho e os Sete Anões (Red Shoes and the Seven Dwarfs, Coreia do Sul, 2019), que estreou aqui nos cinemas brasileiros nesta quinta-feira (24/12), não é diferente. Lançada por aqui pela Paris Filmes, a produção vem com um discurso forte sobre a quebra de estereótipos de beleza e aceitação das diferenças.

Na obra, dirigida por Sung-ho Hong e com roteiro assinado por WoongSub Ahn, Branca de Neve (Chloë Grace Moretz, de Se Eu Ficar), que herdou a silhueta plus size do pai, o Rei White (Nolan North, de Justiça Jovem), acaba encontrando sapatos mágicos que lhe dão a aparência de uma princesa, o que a coloca na mira da bruxa Regina (Gina Gershon, de Riverdale). E, para escapar da vilã, a jovem precisa se unir a sete anões, que outrora foram grandes guerreiros.

Seguindo o assunto principal do filme, o septeto de heróis sofre com uma maldição que tirou sua aparência humana e os transformou em pequenos seres verdes. Para quebrar esse feitiço, somente o beijo de uma princesa. É assim que os anões e Branca de Neve se tornam parceiros de aventura, nutrindo uma relação às cegas, pois nenhum dos lados sabe qual a real aparência do outro, o que permite que se conheçam com profundidade e sem preconceito.

Além da mensagem forte, necessária e extremamente atual, o longa de animação de produção sul-coreana apresenta muita beleza visual, com design de personagens bastante caprichados, com traços bem delicados, e cenários vívidos e coloridos, que fazem a diferença para quem assiste. Outro ponto de destaque em Sapatinho Vermelho e os Sete Anões são as canções originais, que trazem emoção, carisma e uma identidade toda própria ao filme.

Oferecendo uma nova abordagem sobre o famoso conto de fadas da Branca de Neve, o título é indicado especialmente para as crianças, mas também pode divertir e encantar os mais crescidos.

Comentários
Next Post

Pequenos Grandes Heróis empodera novas gerações

Estabelecido no mesmo universo de As Aventuras de Sharkboy e Lavagirl em 3-D, o filme Pequenos Grandes Heróis chega ao catálogo da Netflix nesta sexta-feira (25/12) como presente de Natal aos públicos mais jovens e aos mais adultos. A produção original, além da nostálgica atmosfera tridimensional, mostra a transição entre […]