Oitentista, Young Sheldon mostra lado diferente do protagonista de TBBT

Você com certeza sabe quem é Sheldon Cooper (Jim Parsons, de Estrelas Além do Tempo), depois de uma década de exibição da sitcom The Big Bang Theory. No entanto, será que realmente o conhece? De Chuck LorreSteven Molaro – os criadores de “Big Bang: A Teoria” (tradução oficial em português) –, a série Young Sheldon chega como um spin-off de TBBT, cujo objetivo é apresentar um dos personagens mais populares da TV atual ainda na infância.

Sheldon sempre amou trens. (Foto: CBS)

Com pré-estreia marcada para o próximo domingo (08/10), às 22h25, no Warner Channel, o programa se passa em 1989, época em que Sheldon (Iain Armitage, de Big Little Lies), ainda com 9 anos de idade, vive com seus pais, George Sr. (Lance Barber, de The Comeback) e Mary (Zoe Perry, de Scandal), e com os irmãos mais velhos, o valentão Georgie (Montana Jordan, de The Legacy of a Whitetail Deer Hunter) e a endiabrada Missy (Raegan Revord, de Modern Family).

Intérprete de Mary, Zoe Perry é filha da atriz Laurie Metcalf, que vive a mãe de Sheldon em The Big Bang Theory. (Foto: Robert Voets/CBS)

No episódio piloto – já exibido nos Estados Unidos –, o pequeno Sheldon Cooper demonstra intelecto extraordinário, algo que, no leste do Texas, pode não ser bem compreendido pelos seus colegas, vizinhos e familiares. Uma grande mente circulando por uma cidade do interior, Sheldon se vê já matriculado no ensino médio da Medford High School, junto de seu irmão (que não aceita isso muito bem), causando desconforto entre estudantes e professores.

Os fãs poderão ver os dramas, conflitos e as alegrias que tornaram Sheldon um dos personagens mais amados da TV. (Foto: CBS)

Embora a principal tarefa fazer comédia – o tom cômico é mais acentuada nas narrações do Sheldon adulto, Jim Parsons –, Young Sheldon mostra um lado vulnerável do futuro cientista. Afinal, numa comunidade que preza pela igreja e pelo futebol americano, o menino prodígio tem mais chances de sofrer bullying do que ser o aluno mais popular da escola. Além disso, a série comove ao detalhar os relacionamentos de Sheldon com seus pais, apesar das diferenças.

Já confirmada para uma 1ª temporada completa, Young Sheldon desperta a nostalgia de quem viveu os anos 1980 e não só faz rir, como também deixa um belo embargo na garganta – especialmente se você foi uma criança nerd.

Comentários
Henrique Almeida

Henrique Almeida

Jornalista formado pela FIAM e fundador do Boletim Nerd. Foi colaborador da Coluna Mundo Geek, da GloboNews, e foi palestrante na Campus Party Brasil. Realizou a cobertura da Comic Con Experience, Brasil Game Show e Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

Comentários estão fechados.