O Regresso

Poderia ser apenas mais um filme de época, mas não é. O Regresso (The Revenant, EUA, 2015) leva o público a uma experiência imersiva, através de uma história visceral de sobrevivência. Vencedor de três Globos de Ouro e indicado a doze Oscars, o novo longa do cineasta Alejandro González Iñárritu (Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)) apresenta ótimas atuações de Leonardo DiCaprio (O Lobo de Wall Street) e Tom Hardy (Mad Max: Estrada da Fúria), impressiona pelo realismo de suas cenas e traz roteiro envolvente.

Inspirada em eventos reais, a obra retorna a um período próximo a 1820 para acompanhar Hugh Glass (DiCaprio), guarda de fronteira que, junto de uma equipe de caçadores, defende sua cidade – situada no deserto estadunidense –, dos conflitos com a tribo dos Pawnee. Pai de Hawk (Forrest Goodluck), garoto de origem indígena, Glass não é exatamente popular no grupo e, após ser atacado por um urso, é traído por Fitzgerald (Hardy) e deixado para morrer.

O Regresso - Leonardo DiCaprio cena do urso

Apesar de bem feita, a cena do ataque de urso a Glass (DiCaprio) gerou polêmica.

Numa jornada que percorre cenários gélidos, Glass é colocado diante das mais extremas situações, sustentado somente pelo amor à sua família e o desejo de vingar-se de Fitzgerald, o seu antagonista. Sendo assim, para tornar a desventura de O Regresso precisa e crível, Leonardo DiCaprio (que concorre ao Oscar de Melhor Ator) topou acampar na selva, comer fígado de bisão cru e nadar em rios congelados, tudo em preparação para o papel.

Como em Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância), o diretor aposta em gravações em plano-sequência (filmagens de ação contínua, e sem edição), recurso que aproxima o telespectador dos principais eventos do longa – além de ser a maneira como o olho humano enxerga o mundo – e ainda facilita a conexão com o personagem de Glass. Tendo seu protagonista sozinho na maior parte das 2h36, a produção usa simbolismos para se comunicar com o público, linguagem complementada pelas expressões faciais e corporais de DiCaprio.

O Regresso foto 01

Pela atuação em O Regresso, Leonardo DiCaprio deve finalmente conquistar um Oscar.

Seja pela cena do urso (uma das mais comentadas do cinema recente), diálogos feitos no idioma dos índios ou pelo final com a assinatura de Alejandro G. Iñárritu, O Regresso é um filme que merece ser assistido.

O Regresso estreia nesta quinta-feira (04/02).

Comentários
Henrique Almeida

Henrique Almeida

Jornalista formado pela FIAM e fundador do Boletim Nerd. Foi colaborador da Coluna Mundo Geek, da GloboNews, e foi palestrante na Campus Party Brasil. Realizou a cobertura da Comic Con Experience, Brasil Game Show e Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

Comentários estão fechados.