Lincoln Rhyme: série baseada em O Colecionador de Ossos estreia no AXN

Lincoln Rhyme: Hunt for the Bone Collector chega nesta segunda-feira (18/05), às 22h, ao canal por assinatura AXN. Do produtor e showrunner Barry O’Brien (CSI: Miami), o programa é baseado nos best-sellers do norte-americano Jeffrey Deaver sobre o enigmático serial killer “O Colecionador de Ossos”, que aterroriza a cidade de Nova York.

Em 10 episódios, a temporada apresenta o detetive Lincoln Rhyme (Russell Hornsby, de Grimm: Contos de Terror) que fica tetraplégico ao se ferir gravemente enquanto perseguia o famoso assassino em série. O primeiro capítulo começa três anos após tal tragédia, quando um assassinato elaborado levanta suspeitas sobre a volta do Colecionador, fazendo com que o FBI resgate Rhyme de sua aposentadoria.

Lincoln Rhyme é nossa dica para quem curtiu o filme com Angelina Jolie e Denzel Washington. (Foto: AXN)

No elenco, o seriado traz Arielle Kebbel (Midnight, Texas), Roslyn Ruff (Histórias Cruzadas), Brian F. O’Byrne (Menina de Ouro), Michael Imperioli (Família Soprano), Ramses Jimenez (Fear the Walking Dead), Tate Ellington (A Entidade 2), Brooke Lyons (The Affair: Infidelidade) e Courtney Grosbeck (Homeland).

Assista ao trailer:

Conheça a sinopse:

“Lincoln Rhyme é um criminologista brilhante, um gênio da investigação médica forense cuja carreira é brutalmente interrompida por um acidente que o manteve afastado de tudo. Seu isolamento termina quando um assassino começa a espalhar vítimas pela cidade de Nova York: Rhyme é o único que pode detê-lo. Com a ajuda da policial Amelia Sachs, eles tentam desvendar um labirinto de pistas para evitar o próximo crime hediondo do Colecionador de Ossos. Uma dupla que se completa e brilha neste thriller inteligente e empolgante.”

Comentários
Henrique Almeida

Henrique Almeida

Jornalista formado pela FIAM e fundador do Boletim Nerd. Foi colaborador da Coluna Mundo Geek, da GloboNews, e foi palestrante na Campus Party Brasil. Realizou a cobertura da Comic Con Experience, Brasil Game Show e Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

Comentários estão fechados.