CCXP 2016: Animação de Blame!, da Netflix, promete história original

A convite da Editora JBC, a reportagem do Boletim Nerd pôde conferir uma entrevista com o mangaká Tsutomu Nihei, autor de Blame! e Knights of Sidonia, na CCXP 2016. Acompanhado pelo produtor da Netflix, Yamazaki, e pelo editor da Kodansha Comics, Yamamoto, Nihei comentou sobre o lançamento de sua primeira obra no Brasil, sua adaptação para o serviço de streaming e deu alguns detalhes de seu próximo trabalho, intitulado “Aposimz”.

Arriscando alguns “obrigados” em português, o principal convidado da JBC antecipou que a versão de Blame! que vai para a Netflix “tem uma história interessante”, evitando dar spoilers sobre a produção que está 60% concluída e com previsão de estreia para maio de 2017. Enquanto isso, para os mais ansiosos, Yamazaki revelou algumas informações sobre o que foi trabalhado na adaptação. “Blame! está sendo uma história de muitos aspectos originais”, diz.

ccxp-2016-editora-jbc-tsutomu-nihei-blame-knights-of-sidonia-foto
Nihei disse que não gostaria de ver sua obra convertida em um live-action norte-americano. (Foto: Henrique Almeida)

Deste modo, segundo Yamazaki, o que o público verá na TV será uma transposição do universo de Blame!, mas não uma recriação exata da história vista nos mangás. E isso, de certa forma, faz sentido, pois, Tsutomu Nihei tem participado do desenvolvimento do filme animado e se diz envergonhado ao reencontrar o trabalho lançado há cerca de 20 anos. “Houve evolução no meu desenho desde então”, comentou ele, citando uma das diferenças que serão observadas.

Agora, Tsutomu Nihei se concentra na elaboração de Aposimz, que, de acordo com o autor, será “um mangá japonês com cara de mangá japonês”, uma vez que suas obras anteriores possuíam caráter adulto e inspirado no gênero sci-fi (com inspiração em Neuromancer). Questionado se o novo título (com cartaz no estande na JBC – veja abaixo) terá ligação com as publicações anteriores, o desenhista e roteirista declarou: “Pode ser que sim, pode ser que não”.

ccxp-2016-estande-editora-jbc-tsutomu-nihei-aposimz-capa
O cartaz com a capa de Aposimz está ao lado do palco do estande da JBC na CCXP 2016. (Foto: Henrique Almeida)

Visitando o Brasil pela primeira vez, o trio afirmou ter admirado a recepção calorosa que a cultura japonesa tem no país, que serve de inspiração para produções nacionais e também vem ganhando espaço nas prateleiras das comic shops. “Fico feliz ao ver a quantidade de mangás sendo vendidos aqui”, celebrou Yamamoto.

Next Post

Netflix libera novo trailer de Desventuras em Série

Após a participação de Neil Patrick Harris na CCXP 2016, na qual o intérprete do vilão Conde Olaf revelou que Desventuras em Série contará a história de um livro diferente a cada 2 episódios, a Netflix lançou um novo (e terrível!) trailer da adaptação da obra do escritor Lemony Snicket. […]