Batwoman: 3ª temporada traz mais casos de família

Após realizar a passagem de bastão de Kate Kane (Ruby Rose) para Ryan Wilder (Javicia Leslie) na temporada 2, o terceiro ano de Batwoman aproveitou seus 13 episódios – já disponíveis na HBO Max – para explorar os dramas familiares de sua nova protagonista. Entre as descobertas sobre sua mãe biológica e a existência de um irmão, a heroína também lida com o peso de ter perdido armas de diversos inimigos do Batman e o impacto disso em Gotham.

Sob o comando da showrunner Caroline Dries, o seriado aposta em uma nova dinâmica imposta pela desprestigiada investigadora Renee Montoya (Victoria Cartagena, que deu vida à personagem em Gotham). Tendo conhecimento sobre a verdadeira identidade de Batwoman, a policial faz a vigilante trabalhar com Alice (Rachel Skarsten) na busca pelos artefatos perdidos dos vilões do Homem-Morcego. Tudo para encontrar o Joy Buzzer do Coringa.

Chapeleiro Louco, Crocodilo e Senhor Frio são alguns dos antagonistas que ganham versões no programa originalmente exibido pelo canal norte-americano The CW. Porém, quem mais se destaca é Hera Venenosa (Bridget Regan, de Jane the Virgin), em papel central em parte da trama, sendo responsável por levar Mary Hamilton (Nicole Kang) a um caminho sombrio.

Crise em família

Em paralelo, Ryan Wilder conhece sua mãe, a empresária Jada Jet (Robin Givens, de Riverdale), com quem transita entre uma rivalidade e parceria. Jada teve um outro filho, Marquis Jet (Nick Creegan, de Lei e Ordem: Crime Organizado), rapaz marcado por um trauma de infância – ele foi torturado pelo Coringa e assumiu uma faceta assassina. Descontrolado, Marquis ameaça lançar gás do riso por toda Gotham City e cabe a Batwoman impedi-lo.

Se o conflito parece mais do mesmo (lembrando que Kate Kane e Alice já travaram esse duelo), as narrativas secundárias chamam a atenção. Primeiro, Mary encara a culpa por seus atos sob o comando de Hera Venenosa. Já Alice vê no Joy Buzzer a oportunidade de recolocar a mente em ordem e abandonar os dias de insanidade. Outra jornada mais significante é a de Luke Fox (Camrus Johnson), que precisa encontrar equilíbrio para vestir a armadura de Batwing.

Embora inove pouco até aqui, Batwoman deixa gancho promissor para uma temporada 4.

Next Post

Kimetsu no Yaiba: temporada 3 entrega ação extravagante

Sequência do filme Mugen Train – que teve sua história reeditada em 7 episódios (considerados a 2ª temporada do anime), Demon Slayer: Kimetsu no Yaiba teve exibida a sua 3ª temporada exibida pelo Crunchyroll, sendo composta por 11 capítulos repletos de ação e tensão. Na trama inédita, Tanjiro e Nezuko […]
Kimetsu no Yaiba: temporada 3 é extravagante como necessário