Resident Evil 6: O Capítulo Final é uma conclusão digna para a saga

A mais longeva franquia cinematográfica em live-action inspirada em jogos de videogame, a série Resident Evil chega ao seu encerramento 15 anos após sua estreia nas telonas. Sob a direção de Paul W.S. Anderson (Resident Evil: O Hóspede Maldito), Resident Evil 6: O Capítulo Final (Resident Evil: The Final Chapter, EUA, 2016) conclui a saga da heroína Alice (Milla Jovovich, de O Quinto Elemento) com uma interessante mistura de ação, terror e ficção científica, que, além dos tradicionais sustos, apresenta monstros inéditos e o formato de um game.

Direto ao ponto, a produção acompanha Alice rumando novamente para Racoon City  isto é, onde tudo começou –, uma vez que a inteligência artificial Rainha Vermelha (até então uma inimiga) lhe revela que os remanescentes da humanidade têm apenas 48 horas de vida e a única chance de salvação está na Colmeia, a sede da Umbrella Corp. Contudo, para obter a cura definitiva para o T-Vírus na base subterrânea, a protagonista precisa encarar o Dr. Isaacs (Iain Glen, intérprete de Jorah Mormont, em Game of Thrones) e o seu exército de mortos-vivos.

Resident Evil 6: O Capítulo Final exibe cenas de ação mais elaboradas. (Foto: Sony Pictures)

Resident Evil 6: O Capítulo Final apresenta cenas de ação mais elaboradas. (Foto: Sony Pictures)

Embora distante do universo dos jogos da Capcom, Resident Evil 6: O Capítulo Final carrega homenagens e referências aos filmes anteriores, contando com as presenças de Claire Redfield (Ali Larter, de Resident Evil 3: A Extinção), do vilão Wesker (Shawn Roberts, de Resident Evil 4: Recomeço) e dos cães zumbis do título inicial. Porém, no episódio terminal, a obra lançada pela Sony Pictures traz as influências de Mad Max: Estrada da Fúria – na jornada em alta velocidade no deserto e nos figurinos – e Jogos Mortais, assim como inova na introdução de uma criatura voadora.

Com o tratamento de um verdadeiro blockbuster, o longa aposta em cenas de ação caprichadas, nos melhores efeitos especiais da saga, revelações de grande impacto para os fãs e, numa crítica ao terrorismo atual, atribui a deflagração do apocalipse zumbi a uma visão distorcida da religião.

Resident Evil 6: O Capítulo Final estreia nos cinemas nesta quinta-feira (26/01).

Comentários
Henrique Almeida

Henrique Almeida

Jornalista formado pela FIAM e fundador do Boletim Nerd. Foi colaborador da Coluna Mundo Geek, da GloboNews, e foi palestrante na Campus Party Brasil. Realizou a cobertura da Comic Con Experience, Brasil Game Show e Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

Comentários estão fechados.