Primeiras impressões: Manual para se Defender de Aliens, Ninjas e Zumbis

Criada por André Moraes (Entrando Numa Roubada), Manual para se Defender de Aliens, Ninjas e Zumbis (MPSDANZ) estreia neste domingo (12/03), às 22h30, no Warner Channel, com uma história que combina o melhor da cultura geek e esbanja referências a tudo que engloba esse universo. Em um evento especial, que aconteceu em São Paulo, em 09/03, na academia Team Nogueira, a reportagem do Boletim Nerd pôde assistir ao primeiro episódio da atração, entrevistar o diretor e o elenco e receber o treinamento de defesa contra aliens, ninjas e zumbis (claro!).

Primeira série nacional da Warner, MPSDANZ tem a sua temporada aberta pelo capítulo intitulado “Ctrl+Alt+Del”, que introduz o trio Wes (Thalles Cabral, de Amor à Vida), Tina (Daphne Bozaski, de Experimentos Extraordinários) e Sput (Michel Joelsas, de O Ano em Que Meus Pais Saíram de Férias) em uma jornada contra a Aliança que ameaça a Terra. Para isso, os três jovens são recrutados pela Nazca, a força do bem que há anos vem combatendo a tríplice formada por alienígenas (os estrategistas), ninjas (o exército de guerreiros) e mortos-vivos (os monstros desmiolados).

Como Harry, Rony e Hermione, Wes representa o coração, Tina é a força e Sput é a razão. (Foto: Warner)

A trama se passa em São Paulo (uma placa da Travessa Roque Adóglio, de Perdizes, é exibida) e mostra um típico grupo de amigos do bairro que, enquanto tenta desvendar o complô dos ETs para dominar o planeta, interage com diversos personagens de sua antes pacata vizinhança. Alguns exemplos são apresentados logo na première do seriado, como o açougueiro Juarez (André Abujamra, de Boleiros – Era Uma Vez o Futebol…) – um veterano na batalha com a liga de antagonistas – e a avó de Sput, a supostamente inofensiva Margarida (Jandira Martini, de O Clone).

Carregada de referências nerds, MPSDANZ estreia com as influências de Jumanji e Kill Bill, easter eggs de Batman, Superman, Coringa e promete uma futura citação à série Gotham (também exibida pelo canal pago), assim como cenas inspiradas em games de zumbis. Porém, certos elementos inseridos nos detalhes da produção despertam nostalgia. “Minhas referências estão nos anos 80”, contou o cineasta André Moraes, que recorreu a clássicos do cinema, TV, quadrinhos e da música (como as bandas The Doors e Rush) para formular seus protagonistas.

Considerado maluco, o açougueiro Juarez entrega o Manual para se Defender de Aliens, Ninjas e Zumbis para Wes, Tina e Sput. (Foto: Warner)

Considerado maluco, Juarez entrega o Manual para se Defender de Aliens, Ninjas e Zumbis para Wes, Tina e Sput. (Foto: Warner)

Além disso, o enredo de ficção científica traça metáforas sobre situações do mundo atual. Neste ponto, surge o vilão Garcia (Branco Mello, o baixista dos Titãs), líder de uma raça de extraterrestres, que pretende dominar o planeta para estimular a geração de CO2 (altamente tóxico, o gás carbônico é um valioso combustível para os aliens). Mostrando ETs infiltrados entre posições importantes da sociedade (como na corporação Andrômeda Maps), a série deve tecer críticas a políticos, empresários e outros indivíduos em posição de tomada de decisão.

Se você cresceu assistindo a Os Goonies, passou a infância com Harry Potter, Rony Weasley e Hermione Granger ou vibrou com Stranger Things, vai gostar de conhecer a primeira série nacional lançada pela Warner.

A primeira temporada de Manual para se Defender de Aliens, Ninjas e Zumbis conta com 13 episódios de 30 minutos, será exibida sempre aos domingos, às 22h30, e na sequência, às 23h, os capítulos estarão disponíveis na íntegra no canal oficial do Warner Channel no YouTube.

Comentários
Henrique Almeida

Henrique Almeida

Jornalista formado pela FIAM e fundador do Boletim Nerd. Foi colaborador da Coluna Mundo Geek, da GloboNews, e foi palestrante na Campus Party Brasil. Realizou a cobertura da Comic Con Experience, Brasil Game Show e Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

Comentários estão fechados.