Marvel’s Spider-Man: Desenho herda DNA de Homem-Aranha: De Volta ao Lar

“Picada” por Homem-Aranha: De Volta ao Lar, a série animada Marvel’s Spider-Man (“Marvel Spider-Man”, no Brasil) chegou à TV apresentando uma versão mais jovem e fiel ao Cabeça de Teia das histórias em quadrinhos. Já em exibição no canal Disney XD – aos sábados, às 9h30 –, a atração incorpora os conceitos do filme “Homecoming” para mostrar o popular Amigão da Vizinhança em suas primeiras missões, assim como as raízes do garoto Peter Parker. E o resultado? As aventuras de um super-herói ao qual os fãs não hesitarão em dar as “boas-vindas”.

Até o uniforme de Peter Parker remete ao filme Homem-Aranha: De Volta ao Lar. (Foto: Disney XD)

Lançada em agosto nos Estados Unidos, Marvel Spider-Man é precedida por uma sequência de 6 curtas-metragens que contam as origens de Peter Parker como aluno brilhante da Midtown High, órfão criado pelos tios Ben e May e como vítima de uma aranha radioativa – que lhe transferiu superpoderes inigualáveis. Logo depois da série “origens”, o telespectador é introduzido ao novíssimo Homem-Aranha, muito mais próximo do que está sendo desenvolvido no Universo Cinematográfico Marvel e distante do recente Ultimate Homem-Aranha.

Aluno promissor, Parker segue azarado como sempre. (Foto: Disney XD)

Deste modo, a partir dos episódios Horizon High – Parte 1 e 2, o seriado acompanha em sua ida para uma nova escola de estudos científicos, sob a tutela do genial professor Max Modell, e quase sempre acompanhado de seu melhor amigo Harry Osborn – o filho de Norman Osborn, CEO da Oscorp. Nos Laboratórios Horizonte, o protagonista compartilha seu dia-a-dia com os novos colegas, que são Miles Morales (o Homem-Aranha do Universo Ultimate) e Anya Corazon (posteriormente, a Garota-Aranha), além de um rejuvenescido Otto Octavius (Dr. Octopus).

Gwen Stacy surge como interesse romântico de Peter Parker. Sua participação deve crescer. (Foto: Disney XD)

A exemplo da Homem-Aranha: A Série Animada, dos anos 1990, Marvel’s Spider-Man reconstrói as bases da mitologia do Aracnídeo desde seus primórdios, utilizando-se de uma perspectiva bastante semelhante àquela vista no filme da Sony Pictures em parceria com a Marvel Studios. Sendo assim, para um super-herói inexperiente, o desenho prepara uma galeria de vilões inexperientes, como Shocker, Rino e Gata Negra adolescentes – que, inclusive, já deram as caras. Também fiel às HQs, a atração recruta Homem de Areia, Chacal e o simbionte de Venom.

Cruzar o caminho da Gata Negra traz mais azar a Peter, como se fosse preciso… (Foto: Disney XD)

Uma prova de que a história do Homem-Aranha nunca envelhece, o programa pode conquista e comove os mais diversos públicos com uma variação de humor e drama, na qual é possível sorrir com Peter Parker desajeitado diante de sua paixonite por Gwen Stacy ou segurar as lágrimas com o garoto passando perrengues financeiros com a Tia May e lembrando dos conselhos do Tio Ben.

Mesmo sem tantos conhecimentos científicos, Tio Ben deixou lições que norteiam o herói. (Foto: Disney XD)

Em episódios de aproximadamente 21min e com as presenças do Homem de Ferro e Abutre, Marvel’s Spider-Man é um prato cheio para quem curtiu Homem-Aranha: De Volta ao Lar.

Comentários
Henrique Almeida

Henrique Almeida

Jornalista formado pela FIAM e fundador do Boletim Nerd. Foi colaborador da Coluna Mundo Geek, da GloboNews, e foi palestrante na Campus Party Brasil. Realizou a cobertura da Comic Con Experience, Brasil Game Show e Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

Comentários estão fechados.