Marvel Legado é guia para novos e antigos leitores de HQ

Em mais de oito décadas de vida, a Marvel se reinventou diversas vezes. Isso significa que seus personagens ganharam incontáveis versões ao longo dos anos. Não bastasse isso, universos paralelos, mortes, ressurreições e linhas temporais acabaram deixando os gibis da Casa das Ideias muito confusos. Mesmo para leitores regulares. E é aí que entra Marvel Legado, volume publicado aqui pela Panini.

Com o ambicioso plano de colocar ordem em todo o universo da editora, a história, escrita por Jason Aaron, ilustrada por Esad Ribic e Steve McNiven, e com cores de Matthew Wilson, ainda recebeu uma equipe de peso que emprestou sua arte para engrossar esse projeto. Estamos falando de nomes como: Chris Samnee, Russell Dauterman, Alex Maleev, Ed McGuinness, Stuart Immonen, Pepe Larraz, Jim Cheung, Daniel Acuña, Greg Land, Mike Deodato Jr., David Marquez, Wade Von Grawbadger e Jay Leisten.

A narrativa de Marvel Legado começa no passado, com Estigma, Odin, pai dos deuses de Asgard, a Fênix, Agamotto, o Mago Supremo, o primeiro Pantera Negra, Zarathos, o Espírito da Vingança, e Punho de Ferro enfrentando um gigante numa Terra primitivo. O inimigo é um Celestial, antiga raça de gigantes e parece poderoso demais para ser vencido.

Na sequência, somos arremessados para o presente, onde uma série de fatos aparentemente desconexos se iniciam. Entre eles, o Sam Wilson como Capitão América, Jane Foster como Thor e Riri Williams, a Coração de Ferro, protegendo um depósito da agora extinta S.H.I.E.L.D. de um ataque dos Guerreiros de Gelo enviados por Loki. Temos ainda Robbie Reyes, o novo Motoqueiro Fantasma, lutando contra um inimigo que se apresenta como Estigma e Wolverine em posse de uma joia do infinito.

Como essa história continua? Em diversos títulos da Marvel que a Panini já publicou no Brasil. Contudo, o encadernado ainda reserva muito material interessante.

Porta de entrada das HQs

Embora fuja um pouco do escopo dos encadernados em capa dura, que reúnem diversas edições para trazer a história na íntegra, o volume de Marvel Legado se completa com histórias imprescindíveis para novos e antigos leitores da Casa. Seja para quem estava achando difícil de acompanhar todas as mudanças do universo fundado por Stan Lee ou quem é fã dos filmes e está chegando agora aos quadrinhos.

São as Páginas Essenciais Marvel, que apresentam a origem de personagens conhecidos de acordo com o novo cânone da editora em apenas três páginas. Todas escritas por Robbie Thompson e a maioria delas ilustrada por Mark Bagley.

Nelas, sabemos mais sobre como Jane Foster acabou empunhando o martelo e se tornando Thor, vemos a ligação entre Riri Williams e Tony Stark, o Homem de Ferro, e conhecemos Os Campeões, a equipe de heróis adolescentes da qual faz parte Miles Morales, o Homem-Aranha. Thanos, os Guardiões da Galáxia, Deadpool, Gweenpool, algumas formações dos X-Men, Vingadores e o Quarteto Fantástico também aparecem aqui.

Assim, o encadernado de Marvel Legado não só é um excelente ponto de partida para quem pretende começar a ler as HQs da editora, mas um guia definitivo para orientar os fãs pelas próximas produções da Marvel. Afinal, nada melhor do que ter material de referência para se preparar para quantidade absurda de personagens Marvel que continuarão marcando presença nas telas da TV e do cinema. As animações Marvel Rising e as séries do Disney+ devem trazer muito desse vasto repertório.

Comentários
Carlos Bazela

Carlos Bazela

Jornalista e leitor compulsivo, gosta de cerveja, café e chá preto não necessariamente nessa ordem. Fã de boas histórias, principalmente daquelas contadas por meio de desenhos e balões.

Comentários estão fechados.