Batman Ninja: Anime da DC Comics não é nada super

Devido ao hype criado por Dragon Ball Super, não é de se estranhar que a DC Comics tenha pensado “por que não fazer um anime sobre um de nossos personagens mais populares?”. Com uma história original, o filme animado Batman Ninja (Batman Ninja, EUA/Japão, 2018) transporta toda a mitologia de Gotham para o Japão Feudal, numa aventura épica, com 1h25 de duração, dirigida por Junpei Mizusaki (JoJo’s Bizarre Adventure), roteiro assinado por Kazuki Nakashima (Kill La Kill) e design artístico de Takashi Okazaki (Afro Samurai).

Deslocado no tempo, Bruce Wayne precisa liderar o Clã do Batman. (Foto: DC Comics)

Livre dos quadrinhos, a animação mostra Homem-Morcego em uma tentativa de frustrar os planos do Gorilla Grodd, que utiliza sua nova invenção – o Motor do Tempo – numa reunião com os maiores criminosos de Gotham City. Porém, quando algo dá errado, todos os principais aliados e adversários do Cavaleiro das Trevas são levados à nação japonesa, num período em que prevalece a espada dos samurais. Então, um confronto territorial entre facções estremece o país, a vida dos habitantes da Cidade Sombria e o futuro da linha do tempo.

No Japão Feudal, Coringa fica conhecido como “o Rei Demônio”. (Foto: DC Comics)

Uma proposta inovadora, Batman Ninja tem bons momentos – nos 30min iniciais, particularmente –, imaginando uma vasta galeria de figuras icônicas com visuais ambientados à cultura oriental, além de cenas bastante macabras – a introdução de Coringa é um exemplo. Mas, embora foque em reafirmar a identidade de Batman mesmo sem tecnologia, o enredo inédito logo se perde em um pseudo drama protagonizado por Coringa e Harley Quinn e em sua conclusão, uma bagunça com inspiração em Mighty Morphin Power Rangers.

Batman, seus aliados e inimigos aderem ao estilo oriental. (Foto: DC Comics)

Se a execução do anime pode decepcionar quem esperava por algo mais denso e consistente, Batman Ninja consegue ainda chamar atenção ao recrutar figuras como Robin, Mulher-Gato, Alfred Pennyworth, Asa Noturna, Robin Vermelho, Capuz Vermelho, Duas-Caras, Pinguim, Hera Venenosa, Exterminador e Bane numa saga deslocada no tempo e espaço.

Batman Ninja está disponível para compra e aluguel digital nas plataformas iTunes, Google Play, Microsoft Store, Playstation Store, Looke, NOW, SKY Play, VIVO Play e SmartVOD.

Comentários
Henrique Almeida

Henrique Almeida

Jornalista formado pela FIAM e fundador do Boletim Nerd. Foi colaborador da Coluna Mundo Geek, da GloboNews, e foi palestrante na Campus Party Brasil. Realizou a cobertura da Comic Con Experience, Brasil Game Show e Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

Comentários estão fechados.