Arrow: oitava temporada estreia em meio à Crise nas Infinitas Terras

Precursora na criação de um da DC Comics no canal The CW, a série Arrow chega para sua oitava e última temporada que, além de marcar a despedida de Oliver Queen, o Arqueiro Verde, da televisão, também encaminha o Arrowverse – universo compartilha com The Flash, Supergirl e DC’s Legends of Tomorrow – para o evento “Crise nas Infinitas Terras”. Intitulado “Starling City”, o episódio inaugural coloca o protagonista vivido de Stephen Amell (As Tartarugas Ninja: Fora das Sombras) em uma nostálgica e perigosa missão na Terra-2.

No primeiro dos 10 capítulos da temporada, Oliver encara o desafio de obter partículas de Estrela Anã (elemento usado no traje de Ray Palmer), mas isso se mostra mais difícil do que pode parecer por três fatos. Primeiro: há um novo vilão na cidade, o Dark Archer. Segundo: na dimensão paralela, Thea Queen está morta, mas Moira (Susanna Thompson, de O Mistério da Libélula), a matriarca dos Queen, está viva e casada com Malcom Merlyn (John Barrowman, de Torchwood). Terceiro: Tommy Merlyn (Colin Donnell, de The Affair) continua vivo.

Oliver Queen realiza tarefas a pedido do misterioso Monitor. (Foto: Jack Rowand/The CW)

Para lidar com o inimigo e toda essa emoção, o herói conta com a ajuda da dupla de vigilantes: Capuz (Josh Segarra, de Orange Is the New Black) – com Adrian Chase, o antagonista da quinta temporada, vestindo o uniforme – e Canário Negro (Katie Cassidy, de Melrose Place) – a Laurel Lance introduzida anteriormente como Sereia Negra. Como de praxe, Oliver Queen não é ninguém sem o seu melhor amigo, John Diggle (David Ramsey, de Blue Bloods), que se transporta da Terra-1 até lá. A trama, sim, é marcada pelo reencontro de rostos conhecidos.

Enquanto isso, no núcleo Star City 2049, os jovens heróis Mia Smoak (Katherine McNamara, de Caçadores de Sombras) e William Clayton (Ben Lewis, de Degrassi: A Próxima Geração) juntam-se a Connor Hawke (Joseph David-Jones, de A Série Divergente: Convergente) para combater a ameaça de John Diggle Jr. (Charlie Barnett, de Chicago Fire: Heróis Contra o Fogo) e a “Deathstroke Gang”. Em ambos os cenários, sentimos falta de Felicity Smoak (Emily Bett Rickards, de Arena dos Sonhos 2), que não participará da temporada.

Canário Negro assume traje parecido com uniforme dos quadrinhos. (Foto: Jack Rowand/The CW)

Seja como for, é neste episódio que vemos os primeiros efeitos (e as baixas) causados pela chegada da crise prevista por Mar Novu (LaMonica Garrett, de Sons of Anarchy), o Monitor.

Comentários
Henrique Almeida

Henrique Almeida

Jornalista formado pela FIAM e fundador do Boletim Nerd. Foi colaborador da Coluna Mundo Geek, da GloboNews, e foi palestrante na Campus Party Brasil. Realizou a cobertura da Comic Con Experience, Brasil Game Show e Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

Comentários estão fechados.