Angry Birds 2: O Filme é diversão para todas as idades

Após 10 anos do lançamento do primeiro jogo, chega a Angry Birds 2: O Filme, desta vez numa aventura congelante! (Rá! aposto que te lembrou outro filme rs). Aqui no Brasil com vozes de Fábio Porchat, Dani Calabresa e Marcelo Adnet, a sequência da Sony Pictures reúne os pássaros raivosos e os porquinhos verdes para trabalhar em equipe para derrotar uma inimiga em comum: Zeta, a líder de uma ilha congelada, que consegue lançar bolas de gelo recheada de lava.

Dirigido por Thurop Van Orman (As Trapalhadas de Flapjack), o longa deverá agradar aos fãs de espionagem, com suas referências a Missão: Impossível e 007. O humor do longa tem um bom equilíbrio e navega fácil entre as faixas etárias. As crianças se divertem e os adultos riem das piadas – especialmente um momento desconfortavelmente engraçado em uma cena do banheiro faz todos riem, mesmo que seja de vergonha alheia.

Icônica franquia de games  retorna aos cinemas com Angry Birds 2: O Filme. (Foto: Sony Pictures)

Além disso, temos uma história secundária, em que três pássaros pequeninos (e lindinhos) precisam resgatar seus ovos – e tudo isso num estilo muito parecido com o Scrat de “A Era do Gelo”. Como mensagem moral, o título abraça a ideia de trabalho em equipe, retrata a insegurança e a masculinidade “tóxica”, também fala sobre amizade, respeito e amor, que é tratado de uma forma muito leve e engraçada.

Outro destaque é a trilha sonora escolhida pela produção, que inclui “Eye of the Tiger”, “Turn Down for What”, “Hello”, “Final Countdown” e “Space Odity”, esta última de David Bowie.

Em resumo, Angry Birds 2: O Filme é um filme para todos. Adultos, jovens, crianças… todos irão se divertir muito. Eu sai da sala já dizendo: “Sony já pode lançar o três! Se for nesse mesmo nível, com certeza vai ser um verdadeiro sucesso!”

O longa estreia nos cinemas do Brasil no dia 03 de outubro.

Comentários

Comentários estão fechados.