1ª temporada: Riverdale apresenta Turma do Archie em tons mais escuros

Dos quadrinhos do selo cult Archie Comics ao desenho A Turma do Archie (“The Archie Show”, nome original), você já deve ter ouvido sobre Archie Andrews, Betty Cooper, Veronica Logde, Jughead Jones, Reggie, Josie e as Gatinhas… Inspirada na obra de Bob MontanaDan DeCarlo e companhia, a série Riverdale foi lançada em janeiro deste ano como aposta do canal The CW (no Brasil, a transmissão é feita pelo Warner Channel) para conquistar o público adolescente, que há tempos não via nada como Barrados no Baile, Twin Peaks ou Gossip Girl.

O quarteto de protagonistas encara o divórcio dos pais, bullying e as primeiras desilusões amorosas. (Foto: The CW)

Idealizado por Roberto Aguirre-Sacasa (produtor de Glee) e pelo produtor executivo Greg Berlanti (Arrow, The Flash, DC’s Legends of Tomorrow e Supergirl), o programa teve sua primeira temporada composta por treze episódios, recheados de mistérios, romance e intrigas. Na trama, a pacata cidadezinha de Riverdale se torna cenário do assassinato de Jason Blossom (Trevor Stines, de The Fosters) – o filho da família mais rica das redondezas –, numa tragédia que faz virem à tona os lados mais sombrios que a pequena comunidade local tenta esconder.

Tráfico, adultério, incesto, crime organizado… O assassinato de Jason Blossom revela os escândalos de Riverdale. (Foto: The CW)

Protagonistas, Archie Andrews (K.J. Apa, de Quatro Vidas de um Cachorro) – jovem dividido entre a carreira musical e o time de futebol americano da escola –, Betty Cooper (Lili Reinhart, de Os Reis do Verão) – garota reprimida que nutre paixão por Archie –, Veronica Lodge (a brasileira Camila Mendes) – menina recém-chegada de Nova York – e Jughead (Cole Sprouse, de O Paizão) – um adolescente de família problemática, que escreve um livro sobre a morte de Blossom – se incumbem de solucionar o crime, sem saber que tipo de consequências irão desencadear.

Com visual retrô, a lanchonete Pop’s é o ponto de encontro dos habitantes de Riverdale. (Foto: The CW)

Porém, a trama da adaptação em live-action se torna mais densa com as presenças da menina malvada Cheryl Blossom (Madelaine Petsch, de A Maldição Da Bela Adormecida) – irmã de Jason –, seus pais, Cliff (Barclay Hope, de Premonição 5) e Penelope (Nathalie Boltt, de Distrito 9), o pai de Archie, Fred Andrews (Luke Perry, de Barrados no Baile), os pais de Betty, Hal (Lochlyn Munro, de As Branquelas) e Alice Cooper (Mädchen Amick, de Twin Peaks), a mãe de Veronica, Hermione Lodge (Marisol Nichols, de Vovó… Zona 2), e o pai de Jughead, FP Jones (Skeet Ulrich, de Jericho), que possuem antigas rivalidades e questões não resolvidas.

Hermione e sua filha, Veronica, vivem à sombra do temido patriarca Hiran Lodge. (Foto: The CW)

Mais do que uma investigação sobre “quem matou Jason Blossom?”, a 1ª temporada de Riverdale narra os primeiros romances, amizades e brigas de um grupo de jovens bastante distintos, que passam a fazer novas descobertas que os guiarão na vida adulta. Enquanto surgem paixões, traições e a formação de caráter, o seriado mostra o mal no coração de uma pequena cidade e as diferenças entre classes sociais, além de discutir a sexualidade de uma nova geração – Reggie Mantle (Charles Melton, de American Horror Story), por exemplo, tem de se assumir para seu pai, o xerife Keller (Martin Cummins, de The Whispers).

Adotando títulos cada vez mais dark para seus capítulos, Riverdale faz uma releitura da Turma do Archie através de uma perspectiva madura e envolvente, com episódio soturnamente narrados por Jughead e trilha sonora por conta de Josie (Ashleigh Murray, de Deidra e Laney Assaltam um Trem) e as Gatinhas.

Comentários
Henrique Almeida

Henrique Almeida

Jornalista formado pela FIAM e fundador do Boletim Nerd. Foi colaborador da Coluna Mundo Geek, da GloboNews, e foi palestrante na Campus Party Brasil. Realizou a cobertura da Comic Con Experience, Brasil Game Show e Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

Comentários estão fechados.