Câmera Selvagem é a nova série do canal Nat Geo

Estreando hoje (16/07), às 21h, no canal por assinatura Nat Geo, a série Câmera Selvagem une biologia e tecnologia para desvendar um pouco do que se passa por trás dos documentários de natureza. Tendo oito capítulos semanais, com duração de 30 minutos, o programa traz o Cristian Dimitrius, cinegrafista vencedor do Emmy, e seus fiéis escudeiros, o engenheiro mecânico Bulba e o jovem nerd Daniel, em viagens que envolvem a invenção de traquitanas para registrar cenas inusitadas no meio ambiente.

Da esquerda para a direita, Bulba, Cristian e Daniel. (Foto: Nat Geo)
Da esquerda para a direita, Bulba, Cristian e Daniel. (Foto: Nat Geo)

Dirigida por Eduardo Rajabally, a nova atração do Nat Geo foi filmada com câmeras de cinema, a Arri Alexa Mini e a Arri Amira, e teve suas gravações realizadas nos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Rondônia, Piauí e Pernambuco. Além disso, a série, descrita como “um mix de ficção e reality”, terá três situações em todo episódio: a apresentação do desafio, o desenvolvimento (ou o improviso) de equipamentos e a ida para testes na natureza.

Câmera_Selvagem_02
O 1º episódio de Câmera Selvagem estará disponível no app NAT GEO Play no dia seguinte e com acesso livre durante 30 dias. (Foto: Nat Geo)

Neste primeiro capítulo de Câmera Selvagem, os telespectadores verão a técnica de filmagem chamada “bullet time” (popularizada na trilogia Matrix) sendo utilizada para gravar macacos-prego na Serra da Capivara, no Piauí. O objetivo de Cristian, Bulba e Daniel é conseguir imagens dos macacos-prego enquanto eles quebram seus alimentos com pedras (parecendo seres humanos), com a ajuda de um “anel de câmeras”.

Serviço: 

Câmera Selvagem – episódio 01 – Quebrando o Coco – Serra da Capivara / PI

Estreia sábado, 16/07, às 21h00, no canal NAT GEO

Next Post

A Lenda de Tarzan invade o metrô de São Paulo; confira as fotos

A selva de A Lenda de Tarzan chegou à Linha 4-Amarela do metrô de São Paulo, com um carro totalmente ambientado a imagens do filme e outros elementos que remetem às florestas africanas. Esta ação surge para promover a estreia o longa nos cinemas brasileiros, que acontece na próxima quinta-feira (21/07), […]