Os Saltimbancos Trapalhões: Rumo a Hollywood: Sorria e se emocione com Didi

Uma pirueta, duas piruetas… Bravo! Bravo! Inspirado na peça de Chico Buarque, Luis Bacalov e Sérgio Bardotti, o longa Os Saltimbancos Trapalhões: Rumo a Hollywood estreia nos cinemas no dia 19/01, apresentando-se como uma versão repaginada do clássico de 1981. Com Renato Aragão e Dedé Santana de volta ao picadeiro, o filme proporciona uma mescla de diversão e emoção ao levar às telonas o humor inconfundível de Didi, a nostalgia de reuni-lo novamente a Dedé e prestar homenagens aos inesquecíveis Mussum e Zacarias.

Dirigida por João Daniel Tikhomiroff (Besouro), a produção acompanha os bastidores do Grande Circo Sumatra (localizado na fictícia cidade de Barra Feia), que, desde a proibição de animais em espetáculos, tem enfrentado uma grave crise financeira. Diante desta situação, Barão (Roberto Guilherme, o Sargento Pincel), o proprietário do espaço, aceita abandonar as atividades circenses para sediar eventos como leilões de gado e comícios do corrupto prefeito Gavião (Nelson Freitas, de Zorra Total). E cabe a Didi salvar o dia!

Reforçados por Letícia Colin, Didi e Dedé estão de volta em Os Saltimbancos Trapalhões: Rumo a Hollywood! (Foto: Downtown Filmes)

Didi e Dedé estão de volta em Os Saltimbancos Trapalhões: Rumo a Hollywood! (Foto: Downtown Filmes)

Sendo assim, a história se concentra nos esforços de Didi em manter viva a magia do circo e, para isso, ele conta com a ajuda de Karina (Letícia Colin, de Nada Será Como Antes), a filha do Barão recém-graduada, e a trupe composta por Frank (Emílio Dantas, de Em Nome da Lei), Luiza (Livian Aragão, de Malhação), o novato acrobata Pedro (Rafael Vitti, de Rock Story) e, claro, Dedé. Contudo, o gerente Satã (Marcos Frota, de América) e sua cúmplice, Tigrana (Alinne Moraes, de Tim Maia), conspiram pela venda do Sumatra.

Atualizado, Os Saltimbancos Trapalhões: Rumo a Hollywood tem como destaque apresentações baseadas nos espetáculos do Circo de Soleil e da Broadway, o que resulta em uma simpática obra de comédia com pinta de musical. No entanto, o tradicional humor do folclórico Didi Mocó Sonrisépio Colesterol foi conservado pela produção, trazendo piadas sobre a vaidade de Dedé, palavras pronunciadas de maneira equivocada e outras trapalhadas e o costumeiro prato de comida despejado na cabeça do eterno Sargento Pincel.

Didi canta e dança em Os Saltimbancos Trapalhões: Rumo a Hollywood! (Foto: Downtown Filmes)

Didi canta e dança em Os Saltimbancos Trapalhões: Rumo a Hollywood! (Foto: Downtown Filmes)

50º longa-metragem de Renato Aragão, Os Saltimbancos Trapalhões: Rumo a Hollywood prega a importância de se acreditar nos sonhos. Prepare-se para sorrir e chorar com Didi e Dedé.

Os Saltimbancos Trapalhões: Rumo a Hollywood estreia nos cinemas em 19 de janeiro.

Comentários
Henrique Almeida

Henrique Almeida

Jornalista formado pela FIAM e fundador do Boletim Nerd. Foi colaborador da Coluna Mundo Geek, da GloboNews, e foi palestrante na Campus Party Brasil. Realizou a cobertura da Comic Con Experience, Brasil Game Show e Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

Comentários estão fechados.