Onde Comprar Quadrinhos em São Paulo: Ugra Press

Uma comic shop sem os populares super-heróis das duas principais editoras norte-americanas. Impossível? Nem tanto. Situada na Rua Augusta, número 1371, a Ugra Press investe na venda de HQs independentes, alternativas e nacionais, assim como vários outros produtos ligados aos movimentos punk e metal e a mais segmentos de contracultura. Conduzida pelo casal de sócios Douglas e Daniela Utescher, a loja física está aberta há cerca de três meses e meio, possui clientela fiel, organiza eventos e já acumula um catálogo com 1.400 títulos.

Criada para ser uma editora, a Ugra Press lançou sua primeira obra em 2011, com o título Anuário de Fanzines, Zines e Publicações Alternativas. “O Anuário também serviu como uma pesquisa sobre a área”, relembra Douglas, em entrevista ao Boletim Nerd. Tendo boa aceitação, o empreendimento logo passou a funcionar como comércio virtual. “As HQs alternativas eram mal trabalhadas no mercado”, disse, vendo uma oportunidade no nicho pouco aproveitado.

DSCF1397

O Cabra (Flávio Luiz), Notas de um Tempo Silenciado (Robson Vilalba) e 300 Anos Depois (Mike Deodato Jr.) são alguns dos destaques da Ugra. (Foto: Henrique Almeida)

Num curto período de tempo, os iniciais 30 títulos disponíveis transformaram-se em mais de mil opções. “Por enquanto, só não temos quadrinhos do continente africano”, contou o designer gráfico, com intenções de incluir produções da África no futuro. Entretanto, no acervo atual, Douglas Utescher destaca exemplares da editora Last Gasp, volumes de Zap Comix e trabalhos assinados pelos cartunistas Box Brown e Robert Crumb (este último, um de seus favoritos).

Oferecendo álbuns raros e interessantes, a Ugra Press negocia apenas com preços de capa. “Cobrar mais não é pratico”, afirma Douglas, para não lesar os clientes e frear o interesse por HQs. Porém, o proprietário cita promoções temáticas, nas quais os valores ficam abaixo do habitual. Outras facilidades proporcionadas aos fregueses são a reserva de itens pelo site e variedade de filmes, livros e até estudos/teses sobre o universo dos gibis, para quem quiser se aprofundar.

DSCF1417

Na parte inferior da Ugra, Douglas Utescher exibe Viva a Revolução!, de Robert Crumb. (Foto: Henrique Almeida)

Assim, a loja consegue se sobressair, diferenciando-se das outras comic shops da cidade. No entanto, Douglas sabe que as demais gibiterias já começaram a prestar atenção nos materiais mais autorais. “Existe um nível de concorrência”, confirmou ele, ponderando que, da mesma forma como a Ugra recebe produtos um pouco fora de sua especialidade, é normal haver comércios aderindo a novas vertentes. “O importante é fazer mais gente ler quadrinhos”, declarou.

Ao longo de cinco anos de projeto, a Ugra participou da FIQ 2013 e de algumas feiras de publicações alternativas, mantendo uma parceria com o Centro Cultural São Paulo (CCSP), para a realização do Ugra Zine Fest. Além disso, o estabelecimento ainda sedia lançamentos de gibis e passou a dar lugar para bate-papos entre o público e quadrinistas. “Queremos levar o independente a sério”, garantiu Douglas, ao abrir espaço para eventos e outras iniciativas.

DSCF1372

Agora você já sabe como é a fachada da loja Ugra Press. Então, não tem como errar. (Foto: Henrique Almeida)

Promovendo a contracultura, revistas próprias e artistas nacionais, a Ugra Press mostra que não precisa de Marvel nem DC Comics para vender quadrinhos.

Serviço

Endereço: Rua Augusta, 1371, loja 116, Consolação, São Paulo

Funcionamento: de segunda a sexta, das 12h às 20h, e aos sábados, das 10h às 19h

Telefone: (11) 3589-5459

E-mail: ugra.press@gmail.com

Comentários
Henrique Almeida

Henrique Almeida

Jornalista formado pela FIAM e fundador do Boletim Nerd. Foi colaborador da Coluna Mundo Geek, da GloboNews, e foi palestrante na Campus Party Brasil. Realizou a cobertura da Comic Con Experience, Brasil Game Show e Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

Comentários estão fechados.