Onde Comprar Quadrinhos em São Paulo: Empório HQ

Quem já assistiu à The Big Bang Theory sabe que, para um nerd, visitar uma comic shop é algo tão certo quanto o Flash ser o “homem mais rápido do mundo” e o Gavião Arqueiro acertar no alvo. Seja semanal, quinzenal ou mensalmente, é preciso checar as novas edições ou obras clássicas. Localizada no bairro de Pinheiros, a Empório HQ é o exemplo de loja na qual a clientela sempre volta. Afinal, além de bom papo, serviço atencioso e, quando requisitado, a indicação de títulos de qualidade, o estabelecimento oferece aos fregueses um estoque com cerca de 100 mil gibis.

Conduzido por Marcio Pescuma, o comércio especializado em histórias em quadrinhos esteve, por 2 anos, na Rua Tucambira, 86, e está prestes a fazer seu primeiro aniversário no endereço novo, na Rua Teodoro Sampaio, 2550, loja 18 (próximo da estação Faria Lima do metrô). Somando quase um triênio de projeto, Marcio compartilhou suas experiências neste mercado em evidência e expansão atualmente, e, claro, apresentou a Empório HQ ao Boletim Nerd.

Marco Antônio Pescuma e o filho, Marcio, comemoram o crescimento da Empório HQ. (Foto: Henrique Almeida)

Marco Antônio e o filho, Marcio, comemoram o crescimento da loja. (Foto: Henrique Almeida)

Segundo Marcio, fisgado pelos gibis quando a Editora Abril publicava os formatinhos do Homem-Aranha, agora, os mangás são os responsáveis pelo maior número de vendas online. “Ter mangá é essencial para uma comic shop”, analisa, destacando os jovens como principais interessados. Por isso, tem sido preciso manter-se atualizado e atento aos títulos no idioma japonês.

Deste modo, o proprietário da Empório HQ revela que nem mesmo a invasão dos super-heróis nos cinemas foi capaz de alavancar a procura por edições mensais, desgastadas pela falta de criatividade dos quadrinistas e frequentes reboots (tática utilizada por Marvel e DC Comics). Aliás, as revistas lançadas a cada 30 dias são vítimas de problemas de distribuição. “Tenho recebido [as HQs] com atraso em relação às bancas. É algo que pretendo resolver”, declarou Marcio, insatisfeito com o tratamento recebido pelo seu empreendimento.

No entanto, apesar das dificuldades com os exemplares periódicos, o estabelecimento busca suprir seu público com obras do selo Vertigo, do cartunista Alan Moore e reimpressões de volumes clássicos, uma vez que estão entre os produtos com grande possibilidade de venda. O curioso é que os itens raros, como as publicações de Angelo Agostini, Disney, RGE e Ebal, são alguns dos artigos menos visados e apresentam preços levemente acima do valor de capa (prática comum em outros locais).

Diante de 100 mil opções, fica difícil escolher qual HQ levar. (Foto: Henrique Almeida)

Diante de 100 mil opções, fica difícil escolher qual HQ levar. (Foto: Henrique Almeida)

Apoiado pelo pai, Marco Antônio (fã de Tex e Superman), Marcio ainda conta com a ajuda de vários membros da família Pescuma para gerenciar o negócio, o que dá à Empório HQ um clima informal e hospitaleiro, um de seus diferenciais. Entretanto, o objetivo é continuar progredindo. “Já estamos pensando em ter um espaço maior”, revela Marcio. Acervo é o que não falta.

A Empório HQ estará no Anime Friends, na Fest Comix e já garantiu presença na Comic Con Experience 2015.

Serviço

Endereço: Rua Teodoro Sampaio, 2550, loja 18, Pinheiros, São Paulo

Funcionamento: das 11h às 18h, de segunda a sábado.

Telefone: (11) 3774-6583

E-mail: emporiohq@hotmail.com

Comentários
Henrique Almeida

Henrique Almeida

Jornalista formado pela FIAM e fundador do Boletim Nerd. Foi colaborador da Coluna Mundo Geek, da GloboNews, e foi palestrante na Campus Party Brasil. Realizou a cobertura da Comic Con Experience, Brasil Game Show e Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

Comentários estão fechados.