Editora Baraúna lança As Terras de Atlas

Promovendo uma viagem pelo continente perdido de Atlântida, o livro As Terras de Atlas foi lançado no último sábado (04/06) pela Editora Baraúna. Escrita por Bernardo Lynch de Gregorio, a narrativa é o resultado de 10 anos de pesquisa e promete levar seus leitores para um mundo “onde vigoravam a satisfação dos desejos e dos sentidos, a falta de moral, a inconsciência, feitiços, encantamentos, engenharia genética, escravização, prazer e morte”.

Protagonizada pela personagem Witrin, a obra, de 291 páginas, se passa na lendária Posêida (uma cidade de Atlântida), durante seu último ano de existência. Diante deste cenário (e período), a trama criada por Bernardo Lynch de Gregorio apresenta uma “civilização mágica, cruel e altamente avançada, além dos eventos trágicos e surpreendentes que culminaram na sua submersão”. “Imagine um lugar distante. Imagine um mundo diferente”, convida o autor.

As-Terras-de-Atlas-Editora-Maraúna-1

O lançamento de As Terras de Atlas aconteceu em 04/06, no Octavio Café, em São Paulo. (Foto: Divulgação)

Ao embarcar na mitologia atlante, As Terras de Atlas busca atrair os jovens e fãs de fantasia, uma vez que a Atlântida, de alguma forma, faz parte das culturas de todo o mundo e também já foi tema de jogos de tabuleiro (como Survive) e dos games Tomb Raider e Indiana Jones and the Fate of Atlantis.

Confira aqui as 16 páginas iniciais de As Terras de Atlas!

Comentários
Henrique Almeida

Henrique Almeida

Jornalista formado pela FIAM e fundador do Boletim Nerd. Foi colaborador da Coluna Mundo Geek, da GloboNews, e foi palestrante na Campus Party Brasil. Realizou a cobertura da Comic Con Experience, Brasil Game Show e Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

Comentários estão fechados.