Deadpool 2 não f*** e mantém fórmula de sucesso

Dizem que a segunda vez é ainda melhor… é isso mesmo, produção? Tentando provar que a sequência pode, sim, ser tão f*** quanto o original, Deadpool 2 (Deadpool 2, EUA, 2018) estreia nos cinemas na próxima quinta-feira (17/05). Primeiro lançamento dos estúdios FOX após sua compra pela Walt Disney, a produção traz o Mercenário Tagarela em uma nova aventura, agora com uma trama mais complexa, uma galeria de personagens inéditos, orçamento parrudo, cenas altamente violentas e nenhum limite para a zoeira.

Deadpool precisa reencontrar o herói que existe dentro dele. (Foto: Marvel)

Do diretor David Leitch (John Wick: De Volta ao Jogo), o longa – já com o toque da Marvel Studios – coloca o assassino de aluguel Wade Wilson (Ryan Reynolds, de Dupla Explosiva), popularmente conhecido como Deadpool, em uma jornada de autodestruição, após ter a vida abalada por uma grande m****. Tentando se reabilitar, o anti-herói junta-se aos X-Men e acaba envolvido no salvamento do garoto Russell (Julian Dennison, de A Incrível Aventura de Rick Baker), caçado pelo viajante do tempo Cable (Josh Brolin, de Vingadores: Guerra Infinita).

Cable volta no tempo para impedir que Russell se torne o assassino de sua família. (Foto: Marvel)

Desta vez, Deadpool dá um “chega mais” e encurta a distância para o universo de Wolverine, Ciclope e Professor Xavier, aproveitando muito dos heróis, cenários, mitologias e até os vilões icônicos (mas sem spoilers, p***!) das histórias em quadrinhos dos mutantes. Um exemplo dessa aproximação é o recrutamento da equipe X-Force, composta por Deadpool, Dominó (Zazie Beetz, de Atlanta), Shatterstar (Lewis Tan, de Into the Badlands), Bedlam (Terry Crews, de As Branquelas), Zeitgeist (Bill Skarsgård, de It: A Coisa) e Peter (Rob Delaney, de Catastrophe).

O superpoder de Dominó é a sorte. Azar dos inimigos… (Foto: Marvel)

Irreverente, politicamente incorreto e totalmente brutal, o insano protagonista tão bem encarnado por Ryan Reynolds não perdoa e zoa para c******, fazendo piadas sobre os filmes da concorrente DC Comics, Star Wars, Harry Potter, Stranger Things, Frozen e Yentl – estrelado por Barbra Streisand. Além disso, já incorporado à Marvel Entertainment, o título não poupa referências aos Super-Heróis Mais Poderosos da Terra, com citações diretas ao Hulk, Gavião Arqueiro, Soldado Invernal e Thanos (também interpretado por Josh Brolin).

Deadpool 2 ainda recruta personagens clássicos como Weasel, Dopinder e Blind Al. (Foto: Marvel)

Sem contar com o elemento “ineditismo”, Deadpool 2 tem vísceras espalhadas para todo lado, humor de sobra, viagens no tempo e um roteiro que fala sobre família e redenção. Na ausência de Stan Lee, a obra tem a participação especial de Brad Pitt (Corações de Ferro) e outras surpresas, assim como quatro pós-créditos.

Uma dica? Pesquisa sobre Dubstep e pelo sobrenome Essex antes da sessão!

Deadpool 2 estreia nos cinemas em 17 de maio.

Comentários
Henrique Almeida

Henrique Almeida

Jornalista formado pela FIAM e fundador do Boletim Nerd. Foi colaborador da Coluna Mundo Geek, da GloboNews, e foi palestrante na Campus Party Brasil. Realizou a cobertura da Comic Con Experience, Brasil Game Show e Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

Comentários estão fechados.