Com grandes poderes, “De Volta ao Lar” é um grande filme do Homem-Aranha

Não há lugar como a nossa casa. Depois de anos em rasante solo, Spider-Man tem a sua própria aventura integrada ao Universo Cinematográfico Marvel com o lançamento de Homem-Aranha: De Volta ao Lar (Spider-Man: Homecoming, EUA, 2017) no próximo 6 de julho. Dirigido por Jon Watts (A Viatura), o filme marca a primeira coprodução da Marvel e Sony Pictures e conta com Tom Holland (Capitão América: Guerra Civil) novamente como o Peter Parker, Michael Keaton (Batman) como Abutre e participação do Homem de Ferro Robert Downey Jr (Beijos e Tiros).

Como nas HQs, Peter Parker é o "cara normal" em meio aos super-heróis e vilões. (Foto: Sony Pictures)

Como nas HQs, Peter Parker é o “cara normal” em meio aos super-heróis e vilões. (Foto: Sony Pictures)

O longa usa como ponto de partida a “Batalha de Nova York”, de Avengers: Os Vingadores, que transformou o mundo e fez com que uma nova camada de superpoderosos emergisse na sociedade, tornando as “pessoas comuns” cada vez mais obsoletas – pelo menos é assim que enxerga o empreiteiro Adrian Toomes (Keaton). Vendo o roubo de sucata alienígena e tráfico de suas tecnologias como uma oportunidade, o vilão desenvolve não só o traje de Abutre, como também um lucrativo comércio bélico. E isso não passa despercebido por um certo Aracnídeo

Se você teve um melhor amigo na escola, vai se identificar com os socialmente desajeitados Peter Parker e Ned Leeds. (Foto: Sony Pictures)

Se você teve um melhor amigo na escola, vai se identificar com os socialmente desajeitados Peter Parker e Ned Leeds. (Foto: Sony Pictures)

Porém, para defender suas ruas de uma liga de criminosos munida de armamentos pesados, o distrito nova-iorquino do Queens tem um jovem herói em início de carreira. Ainda lidando com a euforia por ter lutado na recente Guerra Civil, o Homem-Aranha/Peter Parker tenta encontrar sua missão, provar seu valor a Tony Stark (Downey Jr.) e os Vingadores e ainda manter-se em dia com as atividades escolares. Além disso, claro, o garoto de 15 anos precisa manter suas atividades extracurriculares em segredo da enxuta Tia May (Marisa Tomei, de O Lutador).

O filme não menciona o que houve com o Tio Ben. (Foto: Sony Pictures)

O filme não menciona o que houve com o Tio Ben. (Foto: Sony Pictures)

Fiel à essência do personagem criado por Stan Lee e Steve Ditko em 1962 e respeitando longuíssimo histórico do Escalador de Paredes nos quadrinhos até hoje, Homem-Aranha: De Volta ao Lar apresenta um legítimo perdedor, que sequer consegue falar com a garota que gosta – no caso, Liz Allan (Laura Harrier, de Os Últimos 5 Anos) – e que mesmo quando conquista uma vitória, tem algo para se lamentar. Assim, enquanto sofre com o bullying de Flash Thompson (Tony Revolori, de A 5ª Onda), Peter arranja motivação para ajudar os necessitados como Amigão da Vizinhança.

Liz é o interesse amoroso de Peter Parker em "De Volta ao Lar". (Foto: Sony Pictures)

Liz é o interesse amoroso de Peter Parker em “De Volta ao Lar”. (Foto: Sony Pictures)

Se não chega a surpreender (pelo conteúdo liberado nos trailers), o novo filme do Spidey possui dois grandes trunfos: a ação e o humor. Aproveitando que Cabeça de Teia é atrapalhado e quase amador, os salvamentos, confrontos e perseguições apostam em câmeras em primeira pessoa para mostrar como a vida de Parker se tornou insana e retratar todos os improvisos com veracidade. Já as piadas de “loser” com Ned Leeds (Jacob Batalon), o melhor amigo de Peter  no colégio Midtown High School, e as tiradas da enigmática Michelle ‘MJ’ (Zendaya, de No Ritmo) garantem a diversão.

Seria Michelle a futura "Mary Jane"? (Foto: Sony Pictures)

Seria Michelle a futura “Mary Jane”? (Foto: Sony Pictures)

Assumindo elementos do universo Ultimate Homem-Aranha, a produção traz às telonas versões dos antagonistas Abutre, Shocker/Herman Schultz (Bokeem Woodbine, de Fargo), Escorpião/Mac Gargan (Michael Mando, de Better Call Saul), Gatuno/Aaron Davis (Donald Glover, de Perdido em Marte) e Consertador/Phineas Mason (Michael Chernus, de Orange Is the New Black). As referências ficam por conta do Controle de Danos (previsto para ganhar uma série), Homem-Aranha 1 e 2, Curtindo a Vida Adoidado, Star Wars, ao Triskelion, de Capitão América 2: O Soldado Invernal, Ultron, vibranium, Tratado de Sokovia e… a Miles Morales (sobrinho do bandido Aaron Davis).

Bem no papel, Michael Keaton torna o Abutre tão sinistro quanto o vilão deve ser! (Foto: Sony Pictures)

Bem no papel, Michael Keaton torna o Abutre tão sinistro quanto o vilão deve ser! (Foto: Sony Pictures)

Mesmo com as participações de Tony Stark, Happy Hogan (Jon Favreau, de Chef), Pepper Potts (Gwyneth Paltrow, de Seven: Os Sete Crimes Capitais) e Capitão América/Steve Rogers (Chris Evans, de Expresso do Amanhã), De Volta ao Lar coloca os “pés no chão” e, na graduação do Homem-Aranha, mostra que até mesmo uma “pessoa normal” pode fazer a diferença, para o bem ou para o mal.

Um tutor de luxo, Homem de Ferro não ofusca o Homem-Aranha em momento algum. (Foto: Sony Pictures)

Um tutor de luxo, Homem de Ferro não ofusca o Homem-Aranha em momento algum. (Foto: Sony Pictures)

Com 2 duas cenas pós-créditos e 1 aparição de Stan Lee, Homem-Aranha: De Volta ao Lar estreia nos cinemas brasileiros em 6 de julho.

Comentários
Henrique Almeida

Henrique Almeida

Jornalista formado pela FIAM e fundador do Boletim Nerd. Foi colaborador da Coluna Mundo Geek, da GloboNews, e foi palestrante na Campus Party Brasil. Realizou a cobertura da Comic Con Experience, Brasil Game Show e Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

Comentários estão fechados.