Capitão América: Guerra Civil tem o melhor Homem-Aranha do cinema

Estreante no Universo Cinematográfico Marvel, o Homem-Aranha é um dos principais destaques de Capitão América: Guerra Civil, que entra em cartaz amanhã (28/04) no Brasil. Interpretado por Tom Holland (O Impossível), o Amigão da Vizinhança chega exibindo fidelidade à forma como o personagem é visto nas HQs, isto é, jovem, bem-humorado, inteligente e carismático, em sua melhor versão no cinema (numa produção em live-action).

Mesmo diante de atores experientes, como Robert Downey Jr. (Homem de Ferro), Don Cheadle (Máquina de Combate) e Paul Rudd (Homem-Formiga), Tom Holland demonstrar estar à vontade para roubar a cena em sua primeira interpretação do Cabeça de Teia. Assim, apesar de sua aparição ser relativamente curta, o aracnídeo tem participação marcante e gera ótimas expectativas para o longa Spider-Man: Homecoming, cuja estreia acontecerá em 2017.

Homem-Aranha-Capitão-América-Guerra-Civil

Igual a um fã, o Homem-Aranha cita Star Wars e vibra com o braço de metal do Soldado Invernal. (Foto: Marvel)

Diferente do Homem-Aranha de Tobey Maguire (da trilogia de Sam Raimi, do início de 2000), o novo Escalador de Paredes se mostra menos introspectivo e inseguro, tendo suas cenas sempre animadas e descontraídas. Entretanto, embora faça piadas e fale o tempo todo enquanto luta, o herói é mais refreado na zoeira do que na leitura feita por Andrew Garfield (O Espetacular Homem-Aranha e O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro).

Tímido e inteligente (a ponto de construir seus próprios lançadores de teia) como Peter Parker e poderoso e divertido sob o uniforme vermelho e azul, o Homem-Aranha de Capitão América: Guerra Civil é o melhor já visto nas telonas!

Confira algumas cenas do Homem-Aranha em Capitão América: Guerra Civil no vídeo abaixo:

Leia a crítica de Capitão América: Guerra Civil!

Comentários
Henrique Almeida

Henrique Almeida

Jornalista formado pela FIAM e fundador do Boletim Nerd. Foi colaborador da Coluna Mundo Geek, da GloboNews, e foi palestrante na Campus Party Brasil. Realizou a cobertura da Comic Con Experience, Brasil Game Show e Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

Comentários estão fechados.