As 10 melhores séries de super-heróis de 2018

Na sequência dos melhores filmes nerds do ano, preparamos a lista das séries de super-heróis que mais marcaram 2018! Para chegar a esse ranking, o Boletim Nerd considerou apenas as atrações e suas respectivas temporadas exibidas ao longo dos últimos doze meses.

Então, confira quais são as 10 melhores séries de super-heróis de 2018 e prepare-se para maratonar cada uma delas (caso não esteja em dia)!

10 – DC’s Legends of Tomorrow

Entre sua terceira e quarta temporada, DC’s Legends of Tomorrow se assumiu como o pastelão do chamado Arrowverse (universo compartilhado entre Arrow e The Flash). Apostando no ridículo, a série oferece uma experiência divertida, repleta de referências e paródias, além da inclusão de John Constantine e o do elemento sobrenatural.

9 – Agents of Shield

Em ascensão, Marvel’s Agents of SHIELD retornou para sua quinta temporada com um enredo futurista e intergaláctico, fazendo ligação com o filme-evento Vingadores: Guerra Infinita. Mesmo carecendo de personagens mais relevantes, a atração conseguiu empolgar colocando a agência de defesa a ameaça alienígena, além de deixar um bom gancho para a temporada 6.

8 – Krypton

Produção original do canal Syfy, a primeira temporada de Krypton conta a história de Seg-El (Cameron Cuffe), o avô de Kal-El – o Superman. Exibindo ótimos efeitos visuais, cenários e figurinos, a série se passa inteira no planeta natal do Super-Homem, com direito a participações especiais de General Zod, Adam Strange, Brainiac e Apocalypse.

7 – Cloak and Dagger

Em sua temporada inicial, Marvel’s Cloak and Dagger propôs uma nova visão sobre os personagens Manto e Adaga – criados pelos quadrinistas Bill Mantlo e Ed Hannigan, em 1982. Assinado pelo canal Freeform, o programa conta como um casal de adolescentes se une para entender seus superpoderes e como levar uma organização corrupta à justiça.

6 – Gotham

Levando a sério sua quarta temporada, Gotham se assumiu como a história de origem dos mais icônicos personagens dos quadrinhos do Batman. A cada episódio, o seriado multiplicou seu time de vilões, trazendo mais insanidade e, como consequência, mais trabalho para Jim Gordon (Ben McKenzie) e para o jovem Bruce Wayne (David Mazouz).

5 – Supergirl

Mais sombria do que nunca, a terceira e quarta temporada de Supergirl mostram expressiva subida de qualidade, especialmente trazer debates sobre questões de cunho social e político. Deste modo, a história da Garota de Aço acertou por seu posicionamento ativista, lutando pelos direitos humanos e contra manifestações de preconceito.

4 – Runaways

Adaptação dos quadrinhos de Brian K. Vaughan e Adrian Alphona, Marvel’s Runaways acompanha a jornada de um grupo de adolescentes que descobre que seus pais são vilões. Desenvolvida pelo streaming Hulu, a série chega como uma forma diferente de explorar a mitologia da Marvel, em uma trama repleta de mutantes, viagens no tempo e além.

3 – Punho de Ferro

E quem diria que Punho de Ferro estaria em uma lista como essa? Em sua segunda temporada, a atração original Netflix procura corrigir todos os erros da primeira temporada, e não é exagero dizer que consegue. Evoluído e amadurecido, o título voltou com menos episódios, porém, com a capacidade de surpreender em roteiro, diálogos e cenas de combate.

2 – Titans

O lançamento do serviço de streaming DC Universe não poderia ser melhor. Dark, violenta e com roteiro muito bem escrito, Titans conta a história de origem do grupo formado por Robin (Brenton Thwaites), Estelar (Anna Diop), Ravena (Teagan Croft) e Mutano (Ryan Potter). Destaque para as participações de Rapina e Columba e da Patrulha do Destino.

1 – Demolidor

O acerto de contas entre o Homem sem Medo e o Rei do Crime. Sim, Marvel – Demolidor e sua terceira temporada são o ápice de uma adaptação de quadrinhos na TV. Ainda mais pesada e emotiva, a obra-prima da Netflix completa o ciclo dos personagens que aprendemos a amar, com muitos momentos de tensão antes de sua épica conclusão.

Comentários
Henrique Almeida

Henrique Almeida

Jornalista formado pela FIAM e fundador do Boletim Nerd. Foi colaborador da Coluna Mundo Geek, da GloboNews, e foi palestrante na Campus Party Brasil. Realizou a cobertura da Comic Con Experience, Brasil Game Show e Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

Comentários estão fechados.