7 momentos épicos da Fox com filmes da Marvel

A Walt Disney comprou a 21th Century FOX por US$ 52,4 bilhões. Sabe o que isso significa? Na prática, quer dizer que a casa do Mickey – um conglomerado multimídia que já adquiriu empresas com Pixar, Lucasfilm e Marvel Studios – poderá enfim adicionar os X-Men e o Quarteto Fantástico ao seu projeto mais ambicioso: o Universo Cinematográfico Marvel. Afinal, desde o acordo com a Sony Pictures para receber o Homem-Aranha em seus filmes, estes eram os únicos personagens da Marvel dos quais a Disney não possuía os direitos de imagem.

Agora, com a aquisição da FOX pela Disney, muitas especulações têm surgido sobre o futuro dos mutantes em seus próprios filmes, o retorno da Primeira Família da Marvel às telonas e, claro, a sequência de produções como Deadpool e Logan, que visam um público mais adulto. Outra expectativa é que negociação permita a inclusão dos pupilos do Professor Charles Xavier e dos moradores do Edifício Baxter a Vingadores: Guerra Infinita – Parte 2, algo que, talvez, resultaria na renovação de elenco das franquias – perda para X-Men, ganho para o Quarteto Fantástico.

Será que veremos o confronto entre os X-Men e os Vingadores nos cinemas?! (Foto: Marvel)

Mas até quanto a venda da FOX será positiva para os fãs que cresceram assistindo a mais de uma dezena de títulos lançados pela 21th Century FOX e inspirados nas histórias em quadrinhos da Marvel? Para homenagear o estúdio que inspirou gerações, o Boletim Nerd traz uma lista de momentos marcantes em que a FOX mostrou o caminho para a Disney quando o assunto é Marvel!

Confira:

1 – Primeira equipe de super-heróis do cinema em live-action

No ano 2000, a FOX apresentou ao público a primeira história cinematográfica dos mutantes em live-action com X-Men: O Filme. Com alguns dos principais heróis e vilões do grupo, o longa abriu as portas para uma sequência de seis títulos, spin-offs e novas franquias.

2 – Primeira morte de um grande herói

Sim, a FOX nos mostrou qual é a sensação de perder um ícone como Wolverine em Logan (2017). Encerrando a brilhante performance de Hugh Jackman como o anti-herói, o filme trouxe influência dos faroestes, violência extrema e uma carga emocional inédita no gênero.

3 – Primeira comédia para maiores de idade

Deadpool (2016) foi a prova que o mundo precisava de que um herói para adultos funciona. Com recorde de bilheteria e elogios do público e crítica, o longa estrelado por Ryan Reynolds caiu nas graças da comunidade geek com seu humor depravado e gosto pela violência.

4 – Primeiro filme de super-heróis para a família

Leve e divertido, o Quarteto Fantástico rendeu dois filmes – lançados em 2005 e 2007 – estrelados por Ioan Gruffudd, Jessica Alba, Chris Evans (o Capitão América) e Michael Chiklis, como Senhor Fantástico, Mulher-Invisível, Tocha Humana e Coisa. Em ambas as obras, Julian McMahon apareceu como o infame vilão Doutor Destino.

5 – Primeiro estúdio a apostar nos heróis urbanos

Tudo bem, Demolidor (2003) e Elektra (2005) podem não ter sido as melhore decisões. Mas se você curte as séries Demolidor, Jessica Jones, Luke Cage, Punho de Ferro e Os Defensores da Netflix, já sabe quem tentou primeiro.

6 – Primeira aventura com elementos cósmicos

Você viu Guardiões da Galáxia e já sabe que Thanos está chegando para Vingadores: Guerra Infinita. No entanto, foi Quarteto Fantástico e o Surfista Prateado (2007) o primeiro blockbuster da Marvel a contar com o elemento cósmico – vale lembrar que, nesse filme, a Terra ficou sob a ameaça de Galactus, o devorador de planetas.

7 – Primeira a trabalhar com linhas temporais alternativas e reboots

Com X-Men: Dias de um Futuro Esquecido (2015) e Quarteto Fantástico (2015), a FOX se viu diante de momentos em que a Marvel Studios está prestes a encarar: a necessidade de trazer linhas temporais alternativas e reboots para expandir e renovar seu universo.

Comentários
Henrique Almeida

Henrique Almeida

Jornalista formado pela FIAM e fundador do Boletim Nerd. Foi colaborador da Coluna Mundo Geek, da GloboNews, e foi palestrante na Campus Party Brasil. Realizou a cobertura da Comic Con Experience, Brasil Game Show e Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

Comentários estão fechados.